CdC – Capítulo 27

Refinando o Líquido de aperfeiçoamento corporal

 

Levaria por volta de quatro horas para refinar todas as ervas medicinais… o forno de indução não quebraria, certo?

Shuhang estava um pouco preocupado.

Através da tampa de vidro temperado do papeiro, ele podia ver os pedaços de ginseng revirando para cima e para baixo dentro da água fervente. Ele estava bastante animado. Então ele estava mesmo refinando uma pílula?

Sim, ele estava.

Mas como pode ele não se sentir diferente de cozinhar macarrãozinho? Será que era por que ele não tinha talento para isso?

Ativando a função de cronômetro do celular, Shuang encarava os pedaços de ginseng no papeiro, enquanto mantinha um olho no cronômetro.

Cinco minutos depois…

Ele imediatamente tirou a tampa do papeiro e colocou a segunda erva medicinal: amoras de lobo chinesas.

As duas ervas ferveram juntas e vagarosamente foram amarelando a água. Temperatura, tempo… as duas coisas precisavam de experiência.

Entretanto, Shuhang simplesmente não tinha experiência nenhuma com essas coisas. Então, tudo que ele podia fazer era prestar atenção no cronômetro, tirar a tampa, e colocar a próxima erva medicinal a cada cinco minutos. Já para a temperatura, bastava deixar o forno de indução fazer o seu trabalho.

— Parece que estou cozinhando macarrãozinho. E se depois de três horas eu só conseguir uma tigela de sopa tradicional chinesa comum?

Será que essa receita simplificada do “líquido de aperfeiçoamento corporal” iria realmente estraçalhar todo o modo de ver o mundo que ele tinha construído durante os últimos dezoito anos? Ou iria quebrar os delírios sobre cultivo que ele tinha produzido nos últimos dias?

Enquanto o vapor estava acumulando no papeiro, a temperatura da cozinha também ia subindo. Nessa hora, um frio estava sendo emitido da miçanga de gelo que Shuhang usava amarrada ao pescoço, fazendo com que ele se sentisse calmo e refrescado. Ainda mais, a miçanga de gelo também podia deixar a mente dele limpa, e sem perceber ele tinha entrado em uma espécie de transe.

Ele gentilmente esfregava a miçanga de gelo no pescoço. Essa coisinha deixou ele um pouco mais confiante em refinar o líquido de aperfeiçoamento corporal.

Não me deixe na mão, por favor… mesmo que o processo falhe, ao menos me deixe confirmar a existência do “cultivo”!

Shuhang catou o terceiro ingrediente, sem ser capaz de se manter calmo. Shuhang não tinha conseguido encontrar nenhuma informação sobre esse ingrediente, nem mesmo na internet. A tal erva chamada “Orvalho da manhã da grama misteriosa”,

Se tratando de forma, ela era uma planta verde e comprida, sem diferença de qualquer grama comum. Entretanto, depois de olhar atentamente, ele podia encontrar algumas gotas de água na grama, justamente como o orvalho.

Os números do cronômetro mudavam rapidamente. Cinco minutos passaram num instante!

Shuhang levantou a tampa do papeiro, e colocou o orvalho da manhã da grama misteriosa em sua mão lá dentro, e rapidamente voltou a tampar.

Ele ficou mais animado. Afinal, era uma erva especial, e talvez pudesse trazer algumas mudanças entre as ervas dentro do papeiro. Como as duas primeiras, o orvalho da manhã da grama misteriosa estava revirando na água fervente. Os olhos de Shuhang ainda estavam fixados na erva. O frio da miçanga de gelo em seu pescoço o deixava concentrado como nunca antes!

Gradualmente, as três ervas pareciam ter sido ampliadas em seus olhos.

Nesse momento, só tinham aquelas ervas medicinais no mundo de Shuhang, e nada mais.

Talvez fosse porque ele estava extremamente concentrado, ou porque a miçanga de gelo pendurada em seu pescoço funcionava, mas Shuhang estava se tornando pouco a pouco capaz de detectar cada pequena mudança naquelas três ervas dentro da água fervente.

Cada vez que elas reviravam, uma substância amarela clara ia se desprendendo delas e se misturando à sopa medicinal. Os pedaços de ginseng pouco a pouco inchavam depois de liberar suas essências dentro da água fervente.

Era uma sensação maravilhosa.

Parece que a temperatura não está alta o suficiente… — esse pensamento passou subitamente por Shuhang.

Ele sentia que as ervas dentro do papeiro precisavam de mais calor, especialmente o orvalho da manhã da grama misteriosa, que precisava de uma temperatura mais alta para ser estimulado.

Então, ele pressionou o controle de temperatura do forno de indução e aumentou sem hesitar.

Borbulha!

A água dentro do papeiro fervia tanto que mesmo a tampa era levemente empurrada pelo vapor.

Com os olhos arregalados de choque, Shuhang não podia acreditar: depois de aumentar a temperatura, o orvalho da manhã da grama misteriosa realmente estava sofrendo mudanças!

A erva, que estava flutuando na superfície da água subitamente se dissolveu!

Shuhang não sabia quanto tempo e qual temperatura era necessária para fazer uma grama comum dissolver na água, mas era impossível dissolver o orvalho da manhã da grama misteriosa como essa em menos de cinco minutos mesmo que ele mudasse o forno de indução para a temperatura máxima.

Essa era uma propriedade especial para o orvalho da manhã da grama misteriosa. Enquanto a grama dissolvia, uma camada de líquido medicinal verde aparecia na superfície da sopa.

O líquido medicinal verde envolvia os pedaços de ginseng e amoras de lobo dentro do papeiro como se tivesse sua própria consciência.

As duas ervas também começaram a dissolver depois de serem envolvidas de gradualmente e se misturaram ao líquido medicinal.

Shuhang sentiu o coração congelar por um momento: Mas que mudança mágica!

Ao mesmo tempo, ele teve uma vaga ideia: parece que não se devia mesmo adicionar água no início, em vez disso, os pedaços de ginseng e amoras de logo deveriam ser aquecidos de uma forma especial, e o líquido medicinal seria produzido no momento em que o orvalho da manhã da grama misteriosa fosse adicionado.

Ele não sabia se ele tinha falhado ou não.

Felizmente ele tinha se preparado emocionalmente para uma falha desde o começo. Nesse momento, o maior objetivo dele era se familiarizar com o processo de refino e gravar as dúvidas que fosse encontrando.

Outros cinco minutos tinham passado.

Nessa hora, Shuhang calmamente pegou a quarta erva medicinal e a colocou no papeiro. O quarto ingrediente também foi agarrado pelo líquido verde e misturado pouco a pouco.

Se for fervido dessa forma, vai levar mais ou menos cinco minutos para a quarta erva dissolver completamente no líquido medicinal. Talvez tenha sido por isso que o Mestre dos Medicamentos falou como se não tivesse um tempo fixo. Afinal, as ervas medicinais diferem em tamanho, forma e idade, então diferentes temperaturas ou qualidade dos diferentes fornos medicinais também vão fazer com que o tempo altere. — Começando a entender, os olhos de Shuhang ainda estavam fixados nas ervas medicinal dentro do papeiro.

Ele sentia como se estivesse entendendo melhor a receita do Mestre dos Medicamentos.

De um lado, graças à miçanga de gelo em seu pescoço, ele tinha sido capaz de acompanhar esse processo. Essa miçanga de gelo mantinha a mente de Shuhang calma, concentrada e com os pensamentos claros.

De outro lado, parecia que Shuhang tinha algum talento para refinar medicamentos. Era um talento inato, e se ele quisesse ser um alquimista no futuro, esse talento o auxiliaria a alcançar o dobro dos resultados com metade do esforço.

Quanto mais Shuhang conseguia entender a receita, ele aos poucos foi desistindo do limite de cinco minutos, e começou a decidir quando adicionar o próximo ingrediente medicinal de acordo com o grau de dissolução do líquido medicinal dentro do papeiro. Às vezes ele iria adicionar o próximo ingrediente depois de quatro minutos e meio, as vezes depois de seis minutos…

Sem perceber, quarenta e cinco minutos já tinham passado.

Shuhang começou a tentar controlar a temperatura depois de acionar o décimo ingrediente. De acordo com o grau de dissolução do líquido medicinal, os dedos dele se moviam no controle de temperatura do forno de indução para aumentar ou diminuir.

Sem se prender com o cronômetro, Shuhang estava ficando cada vez mais ocupado.

Depois do décimo sexto ingrediente ter dissolvido, a capacidade de dissolução do líquido medicinal parecia ter alcançado o seu limite. Foi então, que de acordo com as instruções da receita, Shuhang adicionou outra erva medicinal especial: Caroço da fruta das três vidas.

Com certeza, assim como o orvalho da manhã da grama misteriosa, o caroço da fruta das três vidas também era usado para misturar as ervas umas às outras.

Desde que ele tinha adicionado a primeira concha de água, Shuhang não tinha colocado mais. O líquido medicinal dentro do papeiro não secava mesmo depois de estar sendo cozinhado por mais de uma hora e meia. Parecia até mesmo ter aumentado um pouco.

Depois de colocar a nova erva medicinal, Shuhang se focou no grau de dissolução do líquido medicinal, e esperou. Então ele continuou adicionando as ervas medicinais. Extremamente entediante, o processo sequer permitia a menor distração.

Esse era o trabalho de farmacêuticos e alquimistas! Era um trabalho que requeria a perfeição. Mesmo entre os cultivadores, apenas aqueles que poderiam encarar a solidão eram adequados para esse serviço. E essas pessoas seriam uma entre um milhão.

Nega Fulor
Leitora compulsiva. Escritora obsessiva. Artista nas horas vagas.

8 Comentários

  1. Nem cultivar sabe e já tem talento para ser alquimista… Ser protagonista é foda kkkkk

    Muito obrigado Nega Fulor =D

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!