DCC – Capítulo 124

Respeito ao rei

 

Alésia Latrell:


Alerta! Aproximação iminente de indivíduos listados como perigosos!

Sophia enviou a mensagem diretamente para meu Link pessoal. Eu tinha programado para que mostrasse a localização dos Links pessoais de todos os convidados em tempo real. Eles vieram mais cedo do que eu estava esperando. É claro que a princesinha e sua corja viriam desfilar a nobreza superior deles na frente do resto do quadrante. Mas enviar os guardas na frente pra limpar o caminho e deixar mais agradável aos olhos deles… que gentinha mais repugnante.

Eu me levantei e dei uma volta pelo lounge como se nada estivesse acontecendo. Eles estavam discriminando abertamente os Brards. Se eu estivesse mais à vista, então eu seria a primeira com quem eles implicariam quando chegassem, ou toda a comitiva de Belchior III iria sofrer bullying deles. Vários eram mestiços e vários eram Brards. É claro que Kanis iria querer usar Belchior III como exemplo começando com isso. Eles com certeza estariam esperando que o primeiro ministro não tivesse como retaliar.

Bem como eu imaginei, assim que chegaram no lounge de Belchior III, os guardas me viram primeiro e vieram imediatamente para mim.

— Você! Junte sua laia, e recolham-se para fora do caminho do digníssimo Rei de Kanis. Sua presença não é digna de apreciar a majestade de nosso Rei.

Um dos guardas disse enquanto se aproximava. Eles sequer pareciam ter a intenção de esperar para ver se nós iríamos nos retirar e os dois já vinham levantando a mão em minha direção. Ao mesmo tempo, o Comandante Anderson percebeu a aproximação dos dois, mas ele não iria chegar a tempo de impedir.

Esses idiotas… Apesar de serem artistas mágicos, vieram para cima de mim sem nenhum preparo. Eu tive que me controlar bastante para não rir e mesmo não conseguindo me fingir de assustada, pelo menos consegui manter uma cara de paisagem.

Ah… se todos os que eu já tivesse enfrentado fossem tão simples e diretos assim. Muitos problemas teriam me sido poupados.

Assim que o primeiro tocou em mim, ele foi imediatamente repelido por uma descarga eletromagnética de polaridade semelhante forte o suficiente para mandá-lo voando alguns metros. Quanto ao segundo, que ainda não tinha tocado em mim, eu apenas agarrei o braço dele enquanto revertia a polaridade da energia, fazendo com que o braço dele ficasse preso ao meu como dois imãs. Em seguida, mentalizei Gravidade, e torci o braço dele até ele cair de joelhos no chão, completamente imobilizado.

Tudo aconteceu muito rápido. Era normal esperar que uma Brard com carinha de adolescente como eu não tivesse magia nenhuma. Ah… Era muito bom ser subestimada.

Logo em seguida, todos os guardas de Belchior III, o Comandante Anderson e o primeiro ministro Binks já tinham corrido para o nosso lounge. As meninas todas se colocaram de pé nervosas, sem ter entendido o que havia acontecido. Amelie, que estava um pouco mais afastada, correu para o lado de Michelly e ficou segurando a mão dela.

Não tenha medo. São apenas algumas pessoas más! Mamãe é forte. Vai dar um jeito neles rapidinho, ok? — eu enviei o pensamento diretamente para Amelie para acalmá-la, ao mesmo tempo que enviei outro para Michelly, — Não a perca de vista por favor. Parece que a brincadeira já vai começar.

Pouco depois, aparecendo por entre os lounges das soberanias vizinhas, vinha a princesinha de Kanis acompanhada de sua corte, e segurando o braço de um velho com cara de boçal.

— Olha lá se não é a nossa colega Beatrice!!! — eu disse abrindo um sorriso largo para a princesa, enquanto aumentava a pressão sobre o guarda imobilizado aos meus pés. Um gemido de dor começava a sair da boca dele.

— Você! O que faz aqui? — Eu ouvi as palavras tremidas dela em sua miserável falha de esconder a raiva e o medo que sentia naquele instante.

— Ora… se uma princesinha qualquer como você pode vir até aqui, então por que eu não viria? — eu respondi com um tom casual, depois soltei o braço do guarda caído. Ele mal teve tempo de se recuperar, quando eu dei um chute bem calculado nele com uma descarga eletromagnética explosiva de carga oposta, mandando ele voando bem em cima do primeiro guarda que estava tentando se levantar zonzo.

— Selvagem! — o velho boçal disse, me olhando com profundo nojo. — Essa já costumou ser uma reunião de estirpe onde apenas as elites deveriam participar. E agora permitem até mesmo esses vira-latas de olhos trocados. Aposto que ela sequer deva ser humana ainda.

Eu virei meu sorriso casual da princesa para o velho ao lado dela. Ele pelo menos sabia de uma coisa ou outra. Ele provavelmente tinha adivinhado que eu era androide, e não apenas por que ele tivesse reparado em meus olhos prateados. Pessoas que ficavam cegas por uma razão ou outra também utilizavam próteses oculares prateadas como as minhas. Porém, como ele não acreditava que eu tivesse capacidade mágica para acabar com os guardas dele, a única opção que restava era de que eu utilizei poder bélico.

— Por que não nos apresenta, Beatrice? — eu disse sem vacilar o sorriso. — Pelo tom de voz enjoativo, ele deve ser seu parente, não?

A princesa apertou mais ainda o braço do pai. Eu podia sentir o nervosismo crescendo dentro dela. Ela nunca tinha ido para a academia para aprender. Ela tinha tutores em casa que poderiam muito bem fazer esse serviço para ela. Então ela nunca tinha se dedicado. A tola mal conseguia esconder a ansiedade crescente.

— Como se atreve a pronunciar verbalmente o nome de minha filha real? — o velho disse com a expressão ainda mais contorcida de nojo. Era da cultura deles não pronunciar o nome da família real sem o consentimento deles. E ele obviamente assumiu que eu nunca havia recebido esse consentimento. Afinal, eu era uma Brard. — Onde estão os guardas dessa pocilga? Eu sou um nobre vermelho! Rei do planeta Kanis e líder do quadrante 24! Eu exijo uma retaliação a essas ofensas!

Imediatamente, o funcionário do palácio que tinha ficado à disposição nas proximidades se materializou do nada a meia distância de mim e da corte de Kanis, com mais três guardas.

— Por favor, devo pedir que suas altezas retornem para suas soberanias e aguardem o julgamento imperial para tal impasse. Nosso jovem mestre manda avisar que irá receber as duas comitivas imediatamente. Nossos guardas irão escoltá-los pessoalmente para garantir que nenhuma outra interferência desnecessária ocorra durante o deslocamento.

— Muito bem então! É bom ver que o jovem imperador está dando o devido valor para nossa soberania. Humpf. Não é a toa que Belchior decaiu tanto, para trazer uma fera desse tipo para uma ocasião tão solene.

Eu curvei os lábios mais ainda, mostrando um sorriso ainda maior para a princesa e o velho. É claro que aquela Beatrice estava começando a tremer na base. Tudo o que ela investigou sobre mim deu em nada. Ela não tinha poder suficiente para descobrir nada além do meu nome. Então, ela tinha presumido que era por que não havia mais nada para descobrir. Ela estava começando a se questionar se tinha tirado conclusões erradas. Mas agora a corte estava se retirando, escoltados pessoalmente pelos guardas imperiais, e ela não iria conseguir passar qualquer informação para o pai sem ser ouvida.

— Muito bem, garotas! A roda está girando! Primeiro ministro Binks, reúna sua comitiva por favor. Estamos indo ao imperador! — eu disse me virando para a plateia que tinha se formado atrás de mim.


Nega Fulor
Leitora compulsiva. Escritora obsessiva. Artista nas horas vagas.

3 Comentários

  1. Ei… Bom eu não sei que novel é essa mas ela tá no link de próximo da novel DNG dark net galática do ep180 creio eu que rolou um erro e tal… Então foi só pra avisar mesmo.

    1. Valeu pelo toque Gust. Problema resolvido. Mas já que não conhece, a novel é Deuses Caídos da Criação. Sinta-se bem vindo pra acompanhar XD

  2. Uau, que poderosa, bate nos guardas do rei, ofende o rei e a princesa de um planeta inteiro e aindo sai sorrindo.kkkkk
    Valeu pelo capítulo, Nega Fulor.😁👍

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!