LAB – Capítulo 201

De volta a Forte Cancioneiro

Roland considerou os efeitos das pílulas e não ordenou que o Primeiro Exército imediatamente perseguisse os fugitivos. Em vez disso, ele enviou Raio e Maggie para espioná-los e acompanhar sua rota de fuga.

Os feridos na linha de defesa receberam tratamento imediato. Apenas cinco foram feridos por atiradores de lança, quatro dos quais pertenciam ao Esquadrão de Artilharia. Roland ficou muito satisfeito com o fato de que o Esquadrão de Artilharia manteve sua posição, mesmo quando os inimigos estavam tão próximos a eles, em torno de cento e cinquenta metros. Em vez de saírem de suas posições e agirem desordenadamente, eles deitaram no chão e se esconderam atrás dos carrinhos de canhão para evitar as lanças e se juntaram ao combate o mais rápido possível.

Nana permaneceu atrás do campo de batalha o tempo todo. Quando os inimigos fugiram, ela desconsiderou o barulho dos canhões e fuzis e correu para tratar os feridos com o Visconde Titus. Era difícil imaginar que há apenas seis meses ela era uma jovem garotinha que desmaiava ao ver sangue, demonstrando seu crescimento notável.

Por causa de Nana, todos os feridos sobreviveram. Quando ela saiu do campo de batalha, os soldados a aplaudiram e gritaram o seu nome em comemoração.

Na verdade, essa batalha foi muito mais fácil do que a última vez em que eles tiveram que lidar com o exército do Duque. Sem as drogas, a milícia viciada havia entrado em um estado extremamente vulnerável, pois algumas pessoas fugiam por dois ou três quilômetros, apenas para se jogarem no chão, incapazes de se mover.

Logo depois, as tropas de Roland perseguiram todos e começaram a escoltá-los de volta a Forte Cancioneiro. Durante a perseguição, o Primeiro Exército também conseguiu capturar dois Cavaleiros. Embora eles não tenham engolido as pílulas, eles já haviam desistido completamente de resistir. Quando confrontados com a busca contínua, eles simplesmente decidiram se render, pedindo a oportunidade de enviar uma carta para suas famílias e fazer um pedido de resgate.

Quatro dias depois, eles chegaram até Forte Cancioneiro. Graças às informações adquiridas dos cavaleiros rendidos, Rouxinol facilmente acabou com todas as tropas que restaram no castelo do forte. Depois de matar o capitão responsável, mais de cem milicianos fugiram em pânico, esbarrando cegamente em uma emboscada que o Primeiro Exército montou no portão.

Mais tarde, os homens de Roland encontraram Petrov preso nas masmorras do castelo. Ele parecia abatido, provavelmente por causa de sua preocupação e ansiedade. Contudo, por causa de sua identidade como um nobre da Família Madressilva, ele não sofreu tratamento desumano.

Depois de quase três meses, o príncipe viu o Duque Adjunto novamente.

— Ser capaz de ver o senhor sã e salvo é verdadeiramente uma boa notícia, Vossa Alteza Real. — Petrov finalmente relaxou, então ele começou a contar suas experiências dos últimos dias — Eu não sabia que o enviado de Timothy…

— Todos eles morreram. — Roland inclinou-se contra a cadeira relaxadamente e disse indiferente — A maioria das mil e quinhentas pessoas que eles trouxeram para lutar contra Vila Fronteiriça morreram, e o resto está atualmente trancado na prisão do forte.

Quando Petrov ficou sabendo da total aniquilação dos enviados, ele de alguma forma pareceu um pouco surpreso.

— Vossa Alteza Real, com isso, temo que o novo Rei… não, seu irmão irá tê-lo como um espinho na carne.

— Então, você quer dizer que eu deveria ter deliberadamente perdido a batalha, e obedientemente ir com eles para a Cidade Real de Castelo Cinza, implorando por sua misericórdia? — Enquanto perguntava, Roland o olhou diretamente nos olhos.

Incapaz de encarar seus olhos, Petrov involuntariamente abaixou a cabeça:

— Não, Vossa Alteza Real…

— No momento em que ele pôs os pés na Região Oeste, ele se tornou meu inimigo. —  O Príncipe declarou em uma voz calma — Parece que, para tomar o poder, Timothy Wimbledon está se tornando cada vez mais desesperado. Ele está precisando urgentemente de terras e títulos para dividir entre os outros nobres, visando garantir o apoio deles. Petrov Hull, se seu objetivo era ter uma vida de paz e sem preocupações, por que você aceitou administrar o forte para mim? Você já deveria estar ciente deste ponto, que somente quando eu me tornar o Rei de Castelo Cinza, sua posição como Lorde da Região Oeste será incrustada. — Roland fez uma pausa por um momento e então disse — Para evitar que isso aconteça novamente, eu preciso formar um exército para guardar o forte.

— Exército? — Petrov perguntou chocado.

— Sim, sem qualquer cavaleiro, apenas constituído de civis, um exército permanente e oficial. — Roland explicou lentamente seus planos — Você irá escolher trezentas pessoas que vivem dentro do forte. Elas serão treinadas por meus subordinados e irão aprender como lutar. As exigências para você escolher estas trezentas pessoas são: elas precisam ser civis; não devem ser culpadas de nenhum crime; não podem ser fiéis da Igreja; e, por último, precisam ter entre dezesseis a trinta anos sem qualquer deficiência física. Durante o treinamento, eles irão morar em Vila Fronteiriça e eu mesmo irei fornecer as armas. A partir de agora, seus cavaleiros e as patrulhas serão responsáveis ​​apenas pela segurança urbana. Mas, não se preocupe, eu escrevi tudo isso detalhadamente neste pergaminho. — Ao dizer isso, Roland entregou um pergaminho a Petrov — Você pode anunciar o recrutamento e seguir adiante com a triagem de acordo com estas exigências.

Como Roland queria ter o controle da guarnição dentro do forte, ele precisava estabelecer o seu próprio exército dentro da cidade de Forte Cancioneiro. Esta era a abordagem mais apropriada. Entretanto, o Primeiro Exército ainda não possuía muitos membros, na verdade, ainda era muito pequeno, pois nem sequer tinha o número suficiente de soldados para proteger Vila Fronteiriça. Foi por isso que Roland não dividiu o seu exército para proteger a ambos, Vila Fronteiriça e Forte Cancioneiro, mas sim, confiou em Petrov para fornecer a mão de obra, enquanto seus subordinados iriam treiná-los. Esta era a melhor alternativa para este impasse.

Com a capacidade de Rouxinol de detectar mentiras, ele poderia garantir a lealdade do grupo e, juntamente com os novos métodos de treinamento militar e educação ideológica, seria possível formar uma força de combate em pouquíssimo tempo. Quanto a suas armas, Roland equiparia esse novo exército rapidamente com as antigas pistolas de pederneira, então, mesmo que fossem capturados pelo inimigo, isso não seria um problema para ele. Além disso, o exército também poderia assumir a tarefa de coleta e transmissão de informações, de modo que, se alguém tentasse atacar o forte, Roland seria o primeiro a receber a mensagem.

— Entendi. — Petrov assentiu.

— Irei reexaminar pessoalmente todas as pessoas que você selecionar, então só posso encorajá-lo a não colocar espiões entre eles, porque seria um ato sem sentido. — Roland avisou — Você já enviou espiões até Vila Fronteiriça antes, e agora todos eles já foram para as minas. Se houver algo parecido de novo…

— Não, Vossa Alteza. — Petrov limpou o suor em sua testa — Eu prometo que isso não vai acontecer novamente.

— Certo. Então, agora temos o problema da Igreja. — O Príncipe disse enquanto se recostava na cadeira novamente — Você provavelmente não sabe que a igreja do forte foi incendiada pelos homens de Timothy e que eles até mataram o Sumo Sacerdote, certo? Agora só restam cinzas.

— Eles queimaram a igreja? — Petrov ficou surpreso com a notícia — Isso… eu tenho que informar isso a Hermes o mais rápido possível.

É verdade, as leis da Igreja dizem que tanto o Rei quanto os Lordes são obrigados a proteger as instalações da igreja local de qualquer dano. — Roland pensou — Se eles não puderem proteger a igreja, eles precisam informar à nova Cidade Sagrada imediatamente. Como o ex-embaixador proficiente nestas leis, a reação de Petrov é bastante natural, e além disso, tal assunto não pode ser escondido, de qualquer forma. Temo que os seguidores da Igreja que vivem no forte já enviaram uma mensagem à Cidade Sagrada no mesmo dia em que isso aconteceu.

— Você está certo, devemos relatar o ocorrido, mas o conteúdo da carta precisa ser ajustado adequadamente. —  Roland disse com um sorriso — Você só tem que escrever na mensagem que os atacantes pertenciam a Timothy Wimbledon e que depois de saquearem e incendiarem a igreja, eles deixaram o forte, desaparecendo sem deixar vestígios. Além disso, você vai colocar isso na carta. — Roland tirou uma pílula do bolso e entregou a Petrov — Apenas diga que você a pegou perto da igreja, que eles irão entender.

— O que é isso?

— São as pílulas secretas da Igreja. Estas pílulas também eram o objetivo de Timothy. Isso permite que as pessoas comuns tenham uma explosão de força em pouco tempo, mas quando o efeito da droga diminui, seus órgãos lentamente começam a parar de funcionar e eles morrerão. —  Roland explicou — Timothy está confiante que esta droga irá fortalecer seu exército, na esperança de que ela possa assegurar-lhe seu precioso trono. Então, quando a Igreja ver a pílula, eles naturalmente entenderão sua intenção.

Agora, se eles irão ou não tomar contramedidas, isto já é outra questão. — Roland pensou.

— Sim, Vossa Alteza. Seguirei suas ordens. — Petrov disse, colocando a pílula no bolso.

JZanin
Professor de Química, mestre em Ensino de Ciências, jogador de RPG sem tempo e Deodoro Aliguieri nos tempos vagos que não existem mais. ~Strong alone, stronger together!~

16 Comentários

  1. Obrigado pelo capítulo! Agora eu vi vantagem Roland,preparando um exercito para cuidar do forte!

  2. De fato aqui não tem enrolação! Apesar de Roland ser negligente com sua comunicação com forte cancioneiro… Ja resolveu tudo lindamente!!

    Agradeço pelo capítulo =D

  3. Sinceramente eu fico imaginando como é que o Roland iria se virar se não tivesse as bruxas.
    Obrigado pelo capítulo JZanin

  4. Roland tem suas falhas, afinal é um ser humano, mas na maioria das vezes suas decisões são inteligentes e os resultados são muito legais de acompanhar! Excelente novel!!

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!