LAB – Capítulo 253

Comércio de balão de ar quente

— Vossa Alteza, eu queria perguntar ao senhor desde quando entramos no castelo. — Ao lado de um barril, Hogg começou a falar enquanto segurava uma jarra de água e um copo, ambos vazios, e seu mau semblante, ocasionado pelo calor, havia melhorado — A pintura deste salão… não acredito que uma pessoa qualquer seja capaz de pintar tal obra, seja no realismo ou na perspectiva da paisagem pintada, é como se alguém estivesse no céu e pintasse a terra. Isso é… a obra de uma bruxa?

Roland olhou para Margaret e ela assentiu.

— Vossa Alteza, por favor, não se preocupe, Hogg é meu velho amigo de muitos anos. Ele não é uma ameaça para as bruxas.

— É isso mesmo, você acertou. De fato, foi uma bruxa que pintou.

Dois dias atrás, depois de passear pela praia com o balão de ar quente, Roland queria capturar aquela vista magnífica. Além disso, a sala de estar do castelo era simples e humilde, sem qualquer pintura. Então, ele deixou Soraya transformar a parede de pedra atrás do assento principal em um enorme afresco, e com o fundo agora pintado, a sala de estar dava um ar de esplendor.

— Ah, eu sabia. — Hogg disse com um suspiro — Embora exista o boato de que elas sejam servas do diabo, essas habilidades estranhas são realmente invejáveis. Já que pessoas comuns não podem voar pelo céu ou pintar tais murais requintados.

— Você está correto apenas na primeira sentença. — Roland balançou a cabeça — Quanto a segunda, posso afirmar que pessoas que não possuem poderes mágicos podem sim voar mais alto e mais rápido do que uma águia.

— O senhor tem um bom senso de humor, Vossa Alteza. — Hogg disse — Se tivéssemos um par de asas e fôssemos mais leves que os pássaros, talvez isso seria possível.

— O senhor está falando sério? — Margaret perguntou, surpresa.

— Claro. — O Príncipe disse com uma risada — Eu posso mostrar a vocês.

Deixar os comerciantes observarem e experimentarem em primeira mão seus vários tipos de invenções, estreitaria seus laços e também abriria uma nova maneira eficaz de fazer negócios, e isso servia para tudo, seja canecas ou licor. Agora, se Roland seria capaz de vendê-lo ou não, isso já era outro assunto. De qualquer forma, os comerciantes ficariam na vila por vários dias, e depois de finalizar os acordos prévios, a negociação também seria finalizada. O resto do tempo era tipicamente gasto com comidas e bebidas, sempre com fartura. Além disso, Anna também estava muito interessada em fazer uma nova viagem no balão de ar quente, aproveitando essa oportunidade para descansar um pouco e recuperar as energias perdidas após tantos dias de trabalho exaustivo.

Após o Olho Celeste estar pronto para alçar voo, Roland chamou as bruxas que não haviam conseguido entrar no balão de ar quente na última vez. Lucia também perguntou timidamente se ela poderia levar sua irmã junto, e Roland permitiu naturalmente.

Quando o balão que levava os passageiros subiu lentamente, Margaret pôs a mão na boca, enquanto Hogg agarrava a borda da cesta, ambos chocados com a cena. As pessoas não sabiam se ele estava animado ou com medo. Ling era muito pequena para ver a paisagem por cima do cesto, então Lucia teve que segurá-la em seus ombros enquanto falava para ela não se mexer. Como guia e salva-vidas, Raio estava voando ao redor do balão de ar quente. De vez em quando, ela fazia caretas para Ling.

Dessa forma, o balão de ar quente novamente percorreu o litoral sul e, por último, fez uma volta em círculo para completar o passeio aéreo.

Depois de voltar para o castelo, as pernas de Hogg ainda estavam tremendo. Ele gaguejou:

— Eu-eu-eu nunca pensei que olhar do céu para baixo seria tão terrível. Senti que cairíamos a qualquer momento.

— É só você voar mais algumas vezes que tudo ficará bem. — Roland riu — A primeira vez que os pés de uma pessoa deixam o chão, ocorre esse tipo de ilusão, é como um homem que nunca esteve no mar e acha que vai cair a qualquer momento do navio.

— O senhor está certo. — Margaret exclamou — Foi incrível ver a paisagem hoje. Olhando do céu para a beira do mar, foi como se eu estivesse vendo um longo arco azul.

— Mas, Vossa Alteza, não acredito que eu esteja errado. — Hogg disse, bebendo um gole de licor branco — Pessoas comuns podem voar no céu, mas isso ainda só é possível com a ajuda de uma bruxa. Se não fosse pela contribuição de uma, acho que esse cara grandão não voaria.

— Não, meu velho amigo. — Margaret foi mais rápida que Roland e disse — Você não percebeu? A senhorita Anna estava apenas aquecendo com sua chama. Eu também perguntei a Raio e ela me disse que, enquanto o balão estiver cheio de ar quente, ele será capaz de subir para o céu. A chama não é um privilégio somente das bruxas, não estou certa, Vossa Alteza?

Realmente, não me admira que Margaret, essa mulher de negócios com visão, tenha conseguido firmar sua posição na Cidade Real de Castelo Cinza, tanto sua capacidade de observação quanto sua forma de pensar são notáveis. — Roland pensou enquanto assentiu com um sorriso.

— O ar quente sobe e o ar frio desce… Essa é a razão pela qual eles são chamados de balões de ar quente.

— Então basta usar um forno? — Hogg perguntou maravilhado.

— Não seria muito adequado, pois, mesmo que isso suprisse a demanda de calor, por outro lado, colocaria muita carga no balão, devido ao peso da lenha que deveria ser consumida ao longo da viagem para manter a chama constante. O balão não é capaz de suportar muito peso, e nós devemos usar algo especial para resolver esse problema.

— Então o senhor já sabe como resolver isso? — Margaret não podia se conter mais de curiosidade e perguntou sem rodeios.

— Bem… acredito que sim… — Roland pensou por um momento e continuou — Mas ainda há alguns pormenores para serem resolvidos.

— Isso é ótimo! — Ela disse imediatamente — Eu gostaria muito de comprar quatro ou cinco desses balões de ar quente, Vossa Alteza. Não precisa ser muito grande, basta ter espaço para uma pessoa.

— Você quer colocá-lo em um navio? — Hogg perguntou.

— Bem, o mastro não pode ser esticado até os céus, mas o balão de ar quente pode. Contanto que haja uma corda grossa que amarre o navio ao balão de ar quente, e uma pessoa esteja lá em cima, poderíamos detectar mais rapidamente navios piratas. Se não considerarmos as tempestades e os tsunamis, os navios piratas são aqueles que nos causam os maiores prejuízos.

— Tudo bem, mas o custo não é baixo. — Roland estimou em sua mente — Acredito que custará cerca de mil peças de ouro.

Se você não usar a bruxa para aquecê-lo, o balão de ar quente precisa usar um combustível gasoso, e o carvão mineral é a forma mais fácil de obter esse tipo de gás. — Roland pensou — Infelizmente, as minas de carvão de Castelo Cinza estão localizadas na Serra do Vento Congelante, que fica muito longe de Vila Fronteiriça. E com as condições de transporte desta era, seria praticamente impossível transportá-lo. Transformar o balão de ar quente em um balão de hidrogênio seria muito mais fácil, mas o problema ainda reside em como construir um tanque para conter hidrogênio gasoso em alta pressão. Se não pudermos fabricar um tanque capaz de ser reabastecido, então não servirá de nada.

— Hum, mil peças de ouro para cada balão? — Margaret ponderou e continuou — Se o senhor realmente vender por esse preço, posso garantir que todas as câmaras de comércio dos Fiordes irão comprar pelo menos um ou dois balões.

— Se a Câmara de Comércio da Baía Lua-crescente tivesse vindo como de costume, certamente essa seria a próxima grande encomenda deles. — Hogg bebeu todo o licor branco da caneca em suas mãos — No entanto, eu não preciso disso. Embora o balão de ar quente pareça mágico, eu só quero pegar o meu motor a vapor o mais rápido possível.

Roland ficou extremamente satisfeito ao ouvir Margaret aceitar sua oferta tão facilmente. As mil peças de ouro que ele propôs eram cinco vezes o valor do custo de fabricação. Ele não esperava que Margaret aceitasse um preço duas vezes maior que o do motor a vapor. Mas ao ponderar um pouco mais, ele percebeu que um navio transportando bens valeria muito vezes mais do que mil peças de ouro, sem contar a tripulação. Se pudessem salvar as vidas das pessoas a bordo e garantir o transporte seguro dos bens, evitando os saques dos piratas, o acordo ainda seria bastante rentável para os comerciantes de além-mar. Além disso, mil peças de ouro não seria o valor exato da compra, pois eles teriam que comprar hidrogênio ou outro combustível gasoso. Quando os tanques ficassem vazios, eles teriam que recarregá-los, e somente Roland teria essa tecnologia. É claro que ele também poderia dar um desconto se alguém quisesse comprar muitos tanques de uma só vez, ou até mesmo fornecer algumas recargas adicionais. Nesse ponto, Roland poderia utilizar a forma de venda 4S[1], bem como imitar a estrutura da CNPC[2] e CPC[3].

Roland fingiu hesitar por um momento e finalmente assentiu.

— Então, estamos de acordo.


[1] Na China, concessionárias de carros ganham muito dinheiro, principalmente por dispor de um sistema de vendas 4S, que significa Sale (Venda), Spare part (Peças de Reposição), Service (Serviços autorizados de manutenção) e Survey (Pesquisa com feedback sobre a utilização dos veículos). Os vendedores de carros por lá ganham uma comissão muito maior do que em outros países, chegando até a 10% do valor do carro. Como muita gente não sabe exatamente o que está comprando, e por não haver uma regulamentação do governo ou de associações, muitos vendedores e concessionárias vendem acessórios por um preço muito maior do que o estipulado. Além disso, o sistema cria praticamente uma ‘fidelidade’ difícil de sair, devido ao comodismo das garantias e manutenções vendidas em conjunto com o carro.

[2] Sigla para Corporação Nacional de Petróleo da China, é uma empresa parcialmente estatal, responsável pela produção e refino do petróleo nacional. Para mais informações, consulte esse link.

[3] Sigla de Corporação de Petróleo Chinesa, é uma empresa estatal responsável pela produção e refino do petróleo da região de Taiwan. Infelizmente não encontramos artigos em português que pudessem esclarecer melhor para vocês, de forma prática, a diferença entre ambas, mas se você quiser saber da história delas, basta acessar este link.

JZanin
Professor de Química, mestre em Ensino de Ciências, jogador de RPG sem tempo e Deodoro Aliguieri nos tempos vagos que não existem mais. ~Strong alone, stronger together!~

12 Comentários

  1. Mano… Nesse mundo Roland simplesmente é/será um marco histórico.
    “o primeiro homem a voar”
    “o primeiro a se casar com uma bruxa”
    “o inventor do motor a vapor”
    “o inventor da bicicleta”
    “inventor da luz”
    Etc…
    Terá mais títulos do que a Daenerys

    Sou muito agradecido aos mestres pelo capítulo!

  2. Essas coisas sao boas, mais sap o de menos, espera a bruxa que tem o poder do magnetismo, aprender a usar eletricidade, ai sim roland vai ganhar dinheiro, obrigado mestre pelo capitulo

  3. Roland não perde uma oportunidade de fazer negócios 😁👏👏👏

    Muito obrigado pelo capítulo 🙇😁 Mestre JZanin 🙇😁

  4. O site bugou!? 😱😱😱😭😭😭
    Está exigindo login para dar acesso às páginas 😭😭😭

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!