LAB – Capítulo 319

Neve de outono

Depois que todas as bruxas da União e Machado de Ferro entraram no escritório, Roland contou a história novamente.

— Um caixão de gelo nas ruínas da floresta com uma mulher dentro dele, um porão úmido, mas totalmente intacto, uma pedra preciosa mágica enviando um pedido de ajuda, e demônios reduzidos a cinzas… o que vocês pensam sobre isso?

Anna respondeu com uma expressão de dúvida:

— Você está dizendo que ela pode ser uma bruxa? Se ela ainda estiver viva, provavelmente poderemos aprender mais sobre o que aconteceu há quatrocentos anos.

— Ela pode não ser uma bruxa também, ou mesmo não ser daquela época. — Pergaminho disse ainda hesitante — Além disso…

— Nada garante também que ela estaria do nosso lado. — Ramos completou.

O comentário de Ramos pegou Roland de surpresa. Se as ruínas são da Igreja de outrora, a mulher no caixão de gelo poderia ser alguém fiel à Igreja. Raio disse que ela vestia roupas suntuosas, o que poderia inferir que ela talvez fosse alguém com um cargo de importância. Caso isso se confirmasse, bem, ela não seria uma ameaça sendo uma pessoa comum, mas se fosse uma bruxa, poderia ser extremamente difícil lidar com ela.

Baseado na batalha entre Cinzas e Rouxinol, e o ataque de Sem-rosto, Roland concluiu que não havia diretrizes específicas para avaliar a capacidade de combate de uma bruxa. Uma Extraordinária sem a Pedra da Retaliação Divina poderia, em alguns casos, ser derrotada por uma bruxa comum que tivesse uma habilidade única. Da mesma forma, uma bruxa combatente poderia estar em uma posição difícil se ela fosse pega despreparada por uma bruxa não-combatente.

Se aquela mulher, por acaso, tivesse intenções maliciosas, ninguém seria capaz de garantir que sua habilidade não representaria uma ameaça para a União das Bruxas… a não ser que ela desperte enquanto estiver dentro da área de influência da Pedra da Retaliação Divina. — Roland pensou.

— Vocês estão loucos! Como ela não poderia estar do nosso lado? — Lily disse com a mão na testa — E também como ela poderia estar viva? Seja como for, ela é uma bruxa que viveu não sei quantos anos. As bruxas têm uma vida curta. Mesmo uma Extraordinária forte não pode viver mais do que cem anos. Vocês estão muito preocupados. Na minha opinião, ela provavelmente iria esfarelar no menor toque, exatamente como os demônios.

— As bruxas não vivem muito por causa da tortura do diabo. —  Roland a corrigiu — As bruxas são fisicamente mais fortes do que as pessoas normais, então elas devem viver mais.

— As pessoas normais não vivem mais do que uns quarenta ou cinquenta anos. — Lily suspirou — Você acha que todo mundo vive o mesmo tanto que uma tartaruga?

A expectativa de vida das pessoas desta era é de quarenta ou cinquenta anos por causa da má alimentação e de cuidados médicos precários. — Roland pensou — Assim que o padrão de vida do povo melhorar, com certeza as pessoas viverão mais. Mesmo assim, Lily não está errada. Tudo bem que uma bruxa possa realmente viver mais que as pessoas comuns, mas quatrocentos anos é muita coisa. Nem uma tartaruga viveria tanto assim.

— Mas ela está viva, mesmo! — Raio retrucou — Você vai ver quando chegar lá. Ela é diferente daquele demônio. A pele dela estava radiante e seus lábios estavam vermelhinhos. Maggie!

— Pruu! Raio está certa!

— Tudo bem, vamos parar de discutir isso. — Wendy falou — Viva ou morta, ainda precisamos ir verificar.

— Você tem certeza? — Pergaminho franziu a testa.

— Se o problema é que ela talvez seja uma bruxa trabalhando para a Igreja, então é só colocar uma Pedra da Retaliação Divina nela assim que ela acordar. Isso deve bastar. Além do mais, temos Anna e Rouxinol conosco, então creio que não teremos problemas. — Wendy disse com firmeza — O cerne da questão está no fato de que ela pode saber algo sobre a batalha há mais de quatrocentos anos. Precisamos resgatá-la.

Realmente, as informações sobre os demônios são de fato importantes para a sobrevivência de Vila Fronteiriça. — Roland pensou — Além do mais, qualquer informação que a Igreja tente esconder deve ser extremamente importante. Acredito que isso pode até mesmo nos dar uma enorme vantagem na futura batalha que travaremos.

Como Anna e Rouxinol concordaram com a opinião de Wendy, Pergaminho não mais se opôs, mesmo estando contra a ideia de explorar as ruínas. Dessa forma, a União das Bruxas entrou em um consenso.

— E o Primeiro Exército? — Roland olhou para Machado de Ferro.

— Posso despachar cinquenta soldados no máximo. — Machado de Ferro respondeu — Vossa Alteza, o senhor solicitou alguns soldados para auxiliar a Prefeitura no recrutamento de refugiados. Atualmente temos quinhentos soldados na defesa da vila. Mesmo que Timothy tenha provado da ira dos céus, ainda existe uma pequena chance de que ele tome uma atitude em meio ao desespero e ataque agressivamente a Região Oeste. Embora seja pouco provável, precisamos ter essa ameaça em mente, por isso que devemos manter um bom número de soldados do Primeiro Exército na defesa de Vila Fronteiriça.

— Entendi. — Roland assentiu.

Uma força militar de cinquenta soldados é realmente pequena. — Roland pensou — Se os demônios aparecerem de algum lugar remoto durante a exploração, a equipe poderia ser derrotada facilmente. Para prevenir esse tipo de situação, Raio e Maggie precisam patrulhar o local dos céus. Além disso, Sylvie também precisa estar na equipe para servir de batedora com seu Olho da Verdade A combinação perfeita para isso seria um balão de ar quente e uma tropa em terra. As bruxas seriam responsáveis pela proteção à curta distância, e a proteção à longa distância estaria sob responsabilidade do Esquadrão de Fuzileiros.

De qualquer forma, Roland sabia que mais cedo ou mais tarde as bruxas de Ilha Adormecida também iriam saber da existência das ruínas, do caixão de gelo e da mulher de cabelos azuis. Após ponderar por um bom tempo, ele finalmente decidiu que deveria incluir Sylvie no grupo, pois o mais importante era a segurança pessoal de todos.

Quando Roland estava prestes a detalhar o plano de resgate, Lunna exclamou:

— Céus, o que é aquilo?

Todo mundo ficou surpreso ao olhar pela janela.

Roland abriu a janela não podendo acreditar no que estava vendo. O céu sombrio tinha sido coberto por flocos brancos que rodopiavam e desciam silenciosamente até o chão. Roland estendeu a mão e, assim que o floquinho pousou em seus dedos, o frio se alastrou por sua pele.

Está nevando?! Ainda não é a hora… — Roland sabia que na Região Oeste só nevava no inverno, mas eles ainda estavam no outono.

— É comum nevar no segundo mês de outono? — Roland olhou para Machado de Ferro, que também olhou para a neve com uma expressão séria. Machado de Ferro respondeu lentamente:

— Desde quando vim para Vila Fronteiriça, há uns sete ou oito anos, essa é a primeira vez que vejo nevar no outono.

Neve significava a chegada dos Meses dos Demônios, o sol estaria escondido atrás das nuvens densas e escuras. Durante esse período, toda a Região Oeste estaria sob o ataque das bestas demoníacas. A Floresta das Brumas estaria infestada desses monstros ferozes, portanto, seria perigoso demais viajar às ruínas e praticamente impossível viajar com o balão de ar quente. Isso sem falar do Primeiro Exército, que precisaria viajar em terra firme.

Em vista de todas essas dificuldades, Roland não teve escolha a não ser suspender a operação de resgate por enquanto, até que o céu estivesse limpo novamente.

Como a temperatura ainda não havia caído muito, Roland realmente achava que essa neve seria apenas temporária e cessaria num piscar de olhos.

Para sua decepção, no entanto, a vila foi totalmente tomada pela neve em apenas três dias. A floresta e as montanhas distantes estavam cobertas por uma espessa camada branca, como algodão. Definitivamente, essa seria uma vista deslumbrante no mundo moderno. Infelizmente, neste momento, Roland não tinha a menor intenção de apreciar a beleza da paisagem.

Embora a neve estivesse caindo em menor quantidade do que o último inverno, ainda havia flocos de neves caindo aqui e ali. O Primeiro Exército estava atualmente em alerta total e patrulhava a nova muralha da vila diariamente. Foram erguidas tendas no sopé da muralha da vila para que os soldados pudessem se preparar para a próxima guerra em tempo hábil. Como a temperatura diminuía quase diariamente, os soldados haviam mudado de traje, de camisas para jaquetas de inverno.

Já no quarto dia, Roland ficou extremamente triste e ansioso ao receber uma notícia. A parte oeste da muralha tinha sido atacada por bestas demoníacas.

Isso significava que os Meses dos Demônios chegaram um mês antes do que o normal.

JZanin
Professor de Química, mestre em Ensino de Ciências, jogador de RPG sem tempo e Deodoro Aliguieri nos tempos vagos que não existem mais. ~Strong alone, stronger together!~

16 Comentários

      1. Era tão bom. Maratonei todas e chorei no final de gt.
        O pessoa fala que o gt não é bom. Mais a minha infância discorda disso👦

  1. Sera que foi a descoberta dessa nova ´´bruxa“ que fez o inverno vim mais rápido?
    e muita coincidência!
    Vlw pelo cap

  2. Uma mulher descoberta em um tumulo de gelo. Os meses do demônio iniciando um mês adiantado. coincidência?! Eu acho que não.
    Mas o que eu realmente gostaria de saber é, Teria Maggie conseguido seus preciosos ovos cozidos?

  3. Eitxa poxa 😰😰😰

    Muito obrigado pelo capítulo Mestre JZanin 🙇🏻‍♂️😁

  4. Acho que esse “Meses do demônio” é coordenado pelos diabos do outro lado da montanha, essas bestas são como os batedores avançados deles, primeiro vão a frente e disseminam morte e miséria, pavimentando o caminho para a futura invasão de seus comandantes, quanto menos pessoas houver, mais eu acredito que o “ambiente” se altere, sendo mais propicio para os diabos caminharem sobre as terras.
    Não acho que tenha algo a ver com a descoberta da mulher no cubo de gelo e sim com a tentativa deles de explorarem a terra dos demônios, deixando os superiores do outro lado alertas e tendo que tomar uma iniciativa mais cedo em seus planos.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!