RN – Capítulo 50

O Despertar do Vale do Rio Branco

De manhã cedo, na floresta densa ao lado do castelo, uma sombra viajava de um lado para o outro na floresta.

*Whoosh!*

Sombras voavam rapidamente das mãos de Marvin!

*Puff!*

Todas as sombras atingiram os círculos nas grandes árvores da densa floresta. Mas enquanto algumas eram relativamente precisas, outras estavam à beira dos círculos.

Marvin parou depois de lançar um conjunto de dardo em uma só respiração e olhou meticulosamente para os registros da batalha.

Mesmo que o dardo seja a arma-escondida mais fácil de dominar, minha precisão ainda é um pouco baixa. — Marvin pensou — Precisão é um pouco atrelada ao atributo Força. Mesmo que minha Destreza seja boa, raramente uso armas de longo alcance. Todas as armas-escondidas precisam de algum treinamento para poder ser usadas efetivamente. Mas eu devo ser capaz de atingir 30 pontos nesta perícia se eu treinar por um tempo.

Marvin olhou silenciosamente para [Armas-Escondidas: Dardo (24)] em sua lista de perícias e ficou um tanto sem palavras.

A coisa mais valiosa que ele ganhou no Mosteiro Escarlate foi definitivamente aquela poção de Força de Dragão. Mas esse livro, Introdução às Armas-Escondidas, foi um espólio muito valioso também. Marvin aprendeu três perícias de armas-escondidas com isso.

As três habilidades eram:

[Armas-escondidas: Dardo (24)]

[Armas-escondidas: Faca-de-arremesso (5)]

[Armas-escondidas: Agulha-voadora (5)]

Tirando os dardos, Marvin perderia precisão com as outras armas-escondidas, mesmo que ele usasse a perícia.

Este foi o resultado de Marvin usando a perícia de nobre [Aprendizagem Rápida]. Seu talento em armas-escondidas era bastante mediano, então ele escolheu o mais fácil de aprender, e devido ao fato de estar relutante em usar seus valiosos pontos de perícia em armas-escondidas, Marvin insistiu em treinar sua perícia de dardo todas as manhãs.

Trinta conjuntos de vinte dardos todos os dias. Vinte conjuntos de manhã e dez de noite. A perícia de dardos de Marvin aumentou muito rapidamente devido à intensidade e quantidade de tempo que ele passou treinando ela. Afinal, ele já tinha uma boa base de Destreza.

Mas no fim das contas, armas-escondidas eram armas ofensivas de longo alcance, e ele não estava fazendo muito progresso no quesito precisão. Para alguém como Marvin que gostava de “Um ataque, uma morte”, ele não estava realmente satisfeito com isso.

Além de praticar dardos, a Força de Marvin também aumentou com a grande quantidade de gnolls mortos durante a expedição. Durante a batalha para recuperar o Vale do Rio Branco, Marvin conseguiu 2.194 XP de Batalha, já incluídos os espíritos da terra.

Ele já havia alcançado o nível 5 e encontrado as condições para avançar. Mas para chegar ao nível 6, ele precisava de 4.800 XP. Estava bem claro que os gnolls não conseguiram satisfazer suas necessidades para subir de nível. Então ele pensou sobre isso por um tempo e decidiu colocar 1.000 XP de Batalha em [Passos das Sombras].

A situação era a mesma que [Degolar]: devido a Marvin repetidamente usar a ação na batalha, ele poderia usar XP para transformá-la em uma perícia pessoal.

Passos das Sombras e Degolar formavam a combinação característica do Assassino Fantasmagórico, perdendo apenas para Golpe Desesperado.

Depois que Marvin gastou 1.000 XP, uma nova perícia apareceu em sua lista de perícias:

[Passos das Sombras (30)]

Era normal o fato de Passos das Sombras não começar com muitos pontos como Degolar. Apesar de Marvin ter praticado esse tipo de movimento de pés enquanto jogava, não era feito com tanta precisão quanto Degolar, então era impossível imitá-lo completamente. Mas 30 pontos em Passos das Sombras eram suficientes para usá-lo.

Agora Marvin era completamente capaz de usar [Furtividade] ou [Esconder-se] + [Passos das Sombras] + [Degolar], uma poderosa combinação de perícias de assassinato.

Essas perícias fizeram com que suas habilidades de assassinato não fossem inferiores às de um Ladino. E suas habilidades corpo-a-corpo eram muito mais fortes que os Rangers comuns. Juntamente com a sua experiência de batalha, mesmo sem a poção de Força de Dragão, Marvin tinha confiança em lutar contra qualquer especialista 2º ranque.

*Puff*! *Puff!* *Puff!*

Dardos continuavam voando. O tempo passou rapidamente, e todos os dardos em suas mãos logo foram lançados. Numerosos dardos estavam presos em círculos nas grandes árvores circundantes.

Esta foi a rodada final de treinamento de hoje. Marvin pegou todos os dardos e correu para o castelo entrando em uma porta lateral.

Já se passaram quatro dias após a recuperação do Vale do Rio Branco. Assim como Marvin esperava, os cavaleiros disciplinares que foram mandados embora não voltaram para procurar problemas. E as pessoas que nutriam más intenções estavam aparentemente também chocadas com a ousadia de Marvin. Não havia sinais de movimento deles por enquanto.

Marvin sabia que, mesmo que tivessem planos, só poderiam instalá-los secretamente, afinal, ainda é a era antes da Grande Calamidade, a era da Aliança dos Magos. Além de se proteger de um possível assassinato, o resto não seria um problema. E depois que esses gnolls foram completamente exterminados, o Vale do Rio Branco gradualmente começou a recuperar sua atmosfera passada.

Anna levou metade da guarda do Vale e eles trabalharam incansavelmente, visitando cada casa em Vila Verde, Vila da Névoa, Lago Recurvo e outros lugares. Eles convidaram os civis que fugiram, aterrorizados com os gnolls, para voltarem para casa.

A aldeia no fundo da cidade do castelo gradualmente tornou-se próspera com as pessoas novamente. Todas as casas originalmente abandonadas foram novamente colocadas em ordem e os agricultores começaram a voltar. Artesãos e operários trouxeram seus filhos de volta à cidade do castelo.

O atual Vale do Rio Branco não era diferente dos outros territórios. O cerne era naturalmente o Suserano e o povo dele. Marvin e Anna viviam na parte mais profunda do castelo, com membros da guarda protegendo o lado de fora. Além disso, todos os tipos de artesãos e operários viviam fora do castelo, na cidade. Eles cuidavam de seus filhos como aprendizes, e eles herdariam as ocupações de seus pais e se tornariam alfaiates ou talvez pedreiros.

Os agricultores estavam do lado de fora das muralhas. Havia também alguns vendedores ambulantes, mas esses caras astutos costumavam ser ladrões.

Olhando de cima, a cidade do castelo de Marvin era cercada por penhascos, com um bosque ao lado. Havia uma ponte de pedra solitária ao sul com um canal artificial abaixo. O canal drenava a água do Rio Branco. O rio era bastante fundo e alguns piques foram colocados dentro, apontando para cima. Qualquer um que caísse definitivamente não teria um final feliz.

Fazendas ficavam no fundo da cidade do castelo. As casas nas fazendas pululavam umas longe das outras, mas ainda era o início da terra a ser cultivada. Era muito difícil cultivar as vastas extensões de solo árido, exceto trigo ou talvez quiabo.

O Rio Branco à distância era como um cinturão que fluía pelo Vale do Rio Branco, essa terra vasta e ainda infértil. A mina do norte ainda podia ser vista do alto das muralhas da cidade do castelo. O Vale do Rio Branco se envolvia em torno do oeste da mina do norte e tinha um cais abandonado.

Este era o Vale do Rio Branco. Um território rural ainda infértil, mas Marvin ainda tinha que protegê-lo com sua vida.

O sol se levantou lentamente quando as pessoas começaram seu trabalho. Felizmente, Marvin conseguiu exterminar os gnolls a tempo ou teria atrasado o cultivo de verão. Se isso acontecesse, a terrível escassez de comida teria piorado ainda mais.

— É hora de trabalhar.

Marvin tomou o café da manhã, trocou de roupa e voltou para o escritório. Anna já estava lá esperando. Depois de recuperar com sucesso o Vale do Rio Branco, Marvin cumpriu o desejo do jovem e o último fragmento de alma se dissipou. Mas o juramento que ele fez ao jovem ainda não havia mudado. Ele guardaria este lugar. Ele estava totalmente confiante em sua capacidade para fazer isso!

Depois de aceitar a 1.000 XP Geral, seu menu de missões ficou vazio. Isso deixou Marvin um pouco surpreso, mas não era a coisa mais importante no momento.

— A falta de comida? Eu posso resolver essa questão. — Marvin disse baixinho para a Anna, que estava ansiosa.

Ele estava discutindo a situação do território com Anna, enquanto habilmente escrevia um decreto com sua pena. Havia muitos documentos que precisam ser manuseados para a reconstrução do Vale do Rio Branco, mas Marvin estava lidando com isso sem problemas. Mesmo que ele não fosse alguém que tivesse trabalhado com administração em sua vida anterior, ele era bastante inteligente. O pequeno Vale do Rio Branco ainda tinha que lidar com viajantes desonestos e salafrários.

Rapidamente, ele emitiu cinco decretos do Soberano.

1º Decreto. Decreto de recrutamento para a guarnição do Vale do Rio Branco. Qualquer homem em qualquer vilarejo do Vale do Rio Branco pode se alistar na guarda, chamada agora guarnição. A nova guarnição será supervisionada por André. Marvin pretendia ampliar sua guarnição. Vinte homens eram de fato muito poucos. Para as duas mil pessoas no Vale do Rio Branco, a guarnição precisava de pelo menos cinquenta pessoas. Marvin não estava sem dinheiro, pois ele havia trazido dinheiro suficiente da área interna do Mosteiro Escarlate para subsidiar a guarnição por muitos anos.

2º Decreto. O Suserano incentiva a população a criar gado. Marvin descobriu que os campos de pastagem ao sul do Vale do Rio Branco eram especialmente adequados para rebanho de gado. Não foi desenvolvido no passado devido à ameaça de gnolls e animais selvagens. Agora, com Marvin aumentando a força militar de seu território, a guarnição deveria ser capaz de proteger essa área. Todos os agregados familiares que pastoreiam gado teriam uma certa permissão.

3º Decreto. Recrutamento de artesãos, operários e comerciantes. Eles dariam energia ao território.

4º Decreto. Também um decreto de recrutamento, mas era para as pessoas que possuíssem classe de aventureiros, especialmente aqueles que tivessem experiência no exército. Marvin precisava de algumas pessoas com experiência em liderança ou experiência como aventureiros para liderar os novos membros da guarnição. Este decreto de recrutamento dava algumas recompensas generosas, e até deixou Gru e os outros interessados.

5º Decreto. Este foi um decreto emitido mais como reparo. Marvin esperava que os fazendeiros e alguns artesãos enviassem algumas pessoas para consertar o cais abandonado do Vale do Rio Branco. Este seria um projeto de engenharia demorado e em grande escala. Anna achou que não era sensato, mas Marvin tinha suas próprias razões.

Sob sua insistência, os cinco decretos foram emitidos.

Vale do Rio Branco ficou chocado por um tempo. Fazia tempo que o Suserano não tomava decisões deste porte. Este era um sentimento muito inspirador.

E Marvin podia sentir a mudança. No dia seguinte, quando ele estava nas muralhas, observando os rostos das pessoas indo e vindo, ele podia sentir algum tipo de atmosfera energética. Isso fez com que ele se sentisse especialmente satisfeito. Este era um tipo de sentimento completamente diferente de desferir um golpe fatal.

A melodia de uma flauta podia de repente ser ouvida à distância. Marvin se concentrou nela: a melodia vinha do moinho de vento da antiga padaria da cidade do castelo.

A melodia era bastante familiar, Marvin lembrou o nome dessa música de suas memórias mais profundas.

O Despertar do Vale do Rio Branco.

O cheiro gostoso vindo da padaria, o distante rio cristalino e prateado. Marvin respirou fundo.

— Que beleza!

Mas, de repente, ele ouviu passos apressados atrás de si. A voz ansiosa de Anna também se seguiu:

— Jovem mestre Marvin! Algo ruim aconteceu! O jovem mestre Wayne foi amaldiçoado por alguém da Academia Magore! Ele agora está acamado e inconsciente!

Marvin se virou, cerrando os punhos.


Gabriel
O Rei dos Undeads!

11 Comentários

  1. Seria mesmo burrice se os caras que tentaram dominar o Vale não desse cabo do outro descente do lugar. Obrigado pelo capítulo

  2. huhuhu, e a treta não cessa! Muito boa, essa parte dedicada a administração. É agora que ele cura a filha de Gru e conquista a admiração do cara tb como nobre!

  3. Mano se o Tang San tivesse aí certeza que ele ia arranjar essa classe de ninja e também ia dar um upgrade nessas armas ocultas

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!