RN – Capítulo 63

Dragão de cobre-escarlate

A questão da classe secundária era muito séria, porque uma vez que você escolhesse uma classe secundária, não poderia mudá-la. Marvin tinha conhecimento suficiente para pensar em seis classes secundárias excepcionais. Cada uma delas poderia combinar perfeitamente com Caminhante Noturno.

Se a Fonte Mágica do Universo não fosse destruída, a classe Mago teria sido a melhor escolha. Infelizmente, Marvin não se atreveria a escolher esta classe, afinal, daqui a meio ano, os não-magos seriam ligeiramente afetados, mas os Magos estariam no meio da calamidade.

Mesmo que ele quisesse uma classe secundária conjuradora, Marvin esperaria até depois do colapso da Fonte Mágica do Universo e então escolheria uma das novas classes conjuradoras pioneiras da humanidade. Assim, a classe Mago atual não era lá aquelas coisas.

Quanto às classes restantes, obter uma classe em si não seria menos problemático do que conseguir a classe Caminhante Noturno.

Vou resolver primeiro as coisas que preciso fazer e só depois vou cuidar da classe secundária. Claro, depois de fazer minha classe principal subir de nível. — Marvin decidiu.

Ele realmente tinha muita coisa para fazer e tudo isso levaria algum tempo. Felizmente, ainda havia algum tempo antes que a Fonte Mágica do Universo fosse destruída.

Marvin não encontrou outro necromante depois de matar aquele aprendiz. Sua sorte não estava tão ruim, e ele chegou suavemente ao norte do Vale do Crânio. Esta era uma região similar ao Vale Fantasma. Sem o passe, Marvin só podia usar o livro de magias de Heiss para tentar enganar o guarda fantasma de baixo nível.

Mas ele tinha um passe agora! Ele simplesmente deixou as Colinas do Desespero ao apresentar o passe, tornando tudo muito mais conveniente.

O céu ainda estava escuro depois que ele deixou as Colinas de Desespero, parecendo que o sol acabara de se pôr. Marvin estimou que ele estivera nas Colinas do Desespero por um dia ou mais. Ele entrou ao amanhecer e partiu ao entardecer.

Ele foi muito sortudo, pois não sofreu nenhuma perda. O próximo caminho seria um pouco mais fácil, mas Marvin decidiu descansar de noite, pois ele entraria no território de um especialista.

Poucas pessoas nos arredores sabiam de sua existência, porque ele usava as magias Névoa Densa, Vozes Ilusórias e outras magias para criar um ambiente incomum. Se ele não tomasse a iniciativa de dar o primeiro passo, poucas pessoas poderiam incomodá-lo.

Entretanto, Marvin estava se preparando para visitá-lo. Mesmo que esse especialista não fizesse nada para machucá-lo, ele ainda precisava estar em plenas capacidades físicas para continuar seu caminho.

Um cochilo seria bom. A Constituição deste corpo é muito ruim, sem falar na estamina. — Marvin deitou em um buraco dentro de uma árvore seca. Ele comeu algumas rações, bebeu um pouco de água e dormiu pouco depois.

Na manhã seguinte, Marvin continuou indo para o norte. Do lado de fora das Colinas do Desespero estava uma pequena depressão e no centro dela havia uma floresta nebulosa. Marvin estava em pé em uma pequena colina, observando a área. Era meio-dia, mas a floresta estava cheia de uma névoa estranha.

A Floresta do Luar ficava ao norte dessa depressão. Fazia parte do Reino dos Elfos, lar de alguns elfos da floresta, na maioria mercadores. A viagem da Floresta do Luar até as Torres dos Três Anéis levaria meio dia, indo com o balão de ar quente.

Consegui chegar na hora. — Marvin desceu a colina e decidiu não evitar a floresta nebulosa, na verdade, ele entrou sem perguntar.

A floresta estava extremamente silenciosa e nenhum som podia ser ouvido. Aparentemente, todos os animais estavam com medo e se esconderam. Quanto mais ele se aproximava do centro, mais densa a névoa ficava. Dos pés de Marvin, gradualmente a neblina atingiu sua cintura.

Devo estar perto. — Marvin gentilmente tocou uma árvore, e o sentimento anormal o fez sorrir.

Isso não parecia uma árvore. Embora a confusão visual fosse muito eficaz, o sentido do tato era o ponto fraco, de alguma forma. De repente ele tirou uma bandagem preta e cobriu os olhos. Ele continuou seguindo em frente assim por duas horas, até que uma voz profunda ecoou ao lado de sua orelha.

— Parece que você viu através do meu pequeno labirinto. Ranger intrigante, tire sua venda. Deixe-me dar uma olhada em você.

Estava voz falava no idioma comum. Marvin tirou a venda e seus arredores mudaram completamente. A floresta densa e nebulosa havia se transformado em um aglomerado de rochas montanhosas. Havia também uma enorme caverna não muito longe dali. O resto estava completamente deserto.

Oh? Já foi para outro lado? — Marvin notou que ele estava olhando para a direção errada e rapidamente se virou.

No topo de uma grande rocha havia um enorme monstro! O monstro olhou para Marvin com uma expressão preguiçosa, suas asas cobrindo seu corpo. Sua cauda balançou alegremente duas vezes. Isso significava que ele estava de bom humor.

Este era um dragão de cobre-escarlate! Marvin sorriu. Ele estava muito familiarizado com esse cara.

[Professor], um antigo dragão de cobre-escarlate de tempos imemoriais. Ele tinha uma força de nível lendário e um coração muito gentil. Entre todos os dragões, os dragões de cobre-escarlate sempre tiveram uma boa reputação. Eles se alimentavam de metais e minérios, e quase nenhum deles feriam seres vivos.

Eles gostavam de coisas interessantes, especialmente enigmas. A maioria dos bardos errantes seria bem recebida pelos dragões de cobre-escarlate, porque trariam histórias de lugares distantes. Rangers também receberiam a aprovação destes dragões. Especialmente Marvin depois que ele usou uma técnica simples para quebrar o seu labirinto.

É isso mesmo, o centro da depressão era na verdade uma pequena colina. O dragão de cobre-escarlate usou alguns truques e transformou a colina em uma floresta com magias dracônicas. Pelo menos na aparência. Mas os labirintos do Professor não eram perfeitos. Eles foram sobrepujados por Marvin repetidamente no passado.

O atual Professor não parecia ferido com o golpe daquele dragão vermelho ancião que vivia em uma ilha vulcânica vizinha. Ele ainda parecia muito animado.

— Olá, Ranger. — O olho âmbar do dragão de cobre-escarlate piscou, parecendo curioso — Como você viu através do meu labirinto?

— O senhor aceitará meu desafio se eu lhe disser a resposta? — Marvin riu misteriosamente.

— Desafiando-me? — O dragão de cobre-escarlate não estava zangado, ele estava realmente interessado — Desculpe por ser franco, mas você não é meu oponente. Basta eu usar um pouquinho de força para esmagar você.

O dragão de cobre-escarlate parecia muito sincero, estendendo uma enorme garra e imitando um balanço. Como se contasse a Marvin que, como um dragão, ele era muito poderoso.

— Claro que não sou seu oponente. — Marvin riu e disse — Não estou pensando em desafiar o senhor, estou pensando em desafiar a mim mesmo. Eu soube de sua reputação de um homem sábio, ouvi dizer que o senhor era sábio e espirituoso. Assim, eu me atrevi a procurar pelo senhor. Eu quero desafiar o seu [Mundo Espelhado].

— Intrigante, intrigante. — O dragão de cobre-escarlate murmurou e acenando a cabeça, ele disse —O Mundo Espelhado é muito perigoso, você tem certeza de que quer desafiá-lo?

— Claro. — Marvin respondeu — Eu vim aqui para isso, para aprimorar minhas habilidades. Bem, agora eu posso lhe dizer, a razão pela qual eu pude ver através do seu labirinto foi porque nenhuma árvore neste mundo parece uma rocha!

— Então foi isso, parece que não é um grande negócio. — O dragão de cobre-escarlate riu — Da próxima vez eu vou adicionar a magia [Confundir Percepção].

— Então creio que não serei capaz de encontrar o senhor na próxima vez. — Marvin disse.

— Se o seu desempenho no mundo espelhado me agradar, eu vou permitir que você entre. — O dragão de cobre-escarlate usou sua cauda para lançar um pedaço de minério em sua boca e o engoliu — Eu gosto de guerreiros que ousam desafiar a si mesmos. Há muitos Magos neste mundo. Eles são covardes que nunca fariam qualquer coisa a menos que tivessem cem por cento seguros do sucesso. Nenhum Mago jamais entrou no meu mundo espelhado. Por favor, espere um momento. Eu vou fazer uma imagem espelhada de você. Eu também adicionarei uma recompensa em cada nível. Fique aqui, vai começar em dez minutos!

Então a névoa subiu lentamente e cobriu Marvin. Marvin respirou fundo, fechou os olhos e contou em silêncio. Aquele mundo espelhado do dragão de cobre-escarlate ancião era um lugar para pessoas corajosas desafiarem-se continuamente.

Se alguém não tomasse cuidado, perderia a vida, mas também era bastante instigante e desafiador. Derrotar-se no mundo espelhado iria aprimorar constantemente suas habilidades. Para Marvin, isto era uma excelente oportunidade para aprimorar o seu nível de domínio de adaga.

E cada vez que ele derrotasse um oponente, ele receberia uma recompensa do [Professor]. Dragões de cobre-escarlate adoravam colecionar tesouros, sua recompensa certamente seria algo bom.


Gabriel
O Rei dos Undeads!

7 Comentários

  1. Nenhum árvore parece um rocha.
    Parece aquelas frases profundas que os caras falam nas novels de cultivo e ajuda a superar um gárgalo

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!