Soberania – Capítulo 178

Ficando Mais Forte (1)

Também tem uma barreira.

Era uma barreira com múltiplas camadas. Se ele fosse apenas um ser do caos, seria impossível passar por ela. No final, coisas realmente surpreendentes existiam no sistema dimensional.

Isso é…

Surpreendentemente, havia uma barreira misteriosa pela qual apenas um Governante de Hwanmong poderia passar.

O que haveria por trás dessa barreira?

*Shuuuuok*

Lucan finalmente passou pela barreira e um túnel sem fim apareceu.

O que é esse túnel?

O que haveria no final? Não havia necessidade de se preocupar pois ele iria vê-lo eventualmente. Como um Governante de Hwangmong, o que ele tinha para temer?

*Vooosh*

Lucan voou pelo túnel. Ele parecia estar se movendo devagar, mas estava na verdade fazendo uma série de dobras espaciais.

Até um ser do caos iria se deteriorar em um túnel como esse.

Havia armadilhas dimensionais espalhadas por todo o túnel, que apenas um Governante de Hwanmong ou deus demoníaco superior poderia suportar. No momento em que fossem apanhados na armadilha, eles seriam distorcidos em um espaço desconhecido, semelhante ao Abismo.

Claro, era uma viagem só de ida, mas um Governante de Hwanmong não ficaria preso em tal armadilha. No entanto, era impossível para aqueles que apenas entendiam a natureza do caos ou destruição. Eles seriam apanhados em uma armadilha dimensional e seriam jogados em um lugar desconhecido.

Seria impossível voltar para o túnel.

Poderia até ser possível voltar viajando através de muitas dimensões distantes, mas nesse ponto, eles seriam presos novamente e seriam jogados em outro lugar. Então, Lucan ficou mais curioso sobre onde o túnel levaria. Tudo aquilo significava que ninguém poderia chegar ao fim desse túnel, a menos que fosse um Governante de Hwanmong.

*Vooooooosh*

Ele perdeu a percepção de tempo enquanto esteve se movendo. Lucan estava ansioso porque sentia uma forte presença se aproximando pela frente.

— Há alguém em um lugar como esse…

Quem seria? Além disso, a presença desconhecida parecia emanar uma hostilidade enorme.

— Kukukuku!

Depois de um tempo, o ser desconhecido foi revelado — todo o seu corpo estava obscurecido por um capuz e um manto preto. Ele parecia semelhante às sombras, e a quantidade de poder emanada dele era semelhante à dos deuses demoníacos maiores.

— Quem é você?

Lucan perguntou à sombra, mas ela simplesmente atacou Lucan em vez de responder.

*Tchak*

O brilho singular da destruição! Era como a energia que preenchia o Abismo. Porém, essa energia foi espalhada devido à luz das mãos de Lucan, e a sombra à sua frente desapareceu sem deixar rasto.

Ele era mais ou menos do nível de Thanatos.

Um ser que até mesmo os deuses celestiais ou demoníacos supremos teriam dificuldade em lidar… Se eles chegassem a este túnel, eles teriam sido mortos pela sombra que Lucan acabara de encontrar. Claro, Lucan poderia cuidar do oponente com um gesto rápido de sua mão.

— Kikikiki!

— Kukukuku!

Após a primeira sombra, outras duas foram mortas, e então quatro apareceram. As sombras cresceram exponencialmente. Porém, elas se espalhavam com um gesto de Lucan assim que apareciam. Depois que centenas de sombras foram mortas por ele, elas pararam de aparecer.

Ele já não via sombras.

Este lugar…

Depois de lutar contra as sombras, tudo se transformou em um vasto espaço. Lucan tinha passado pelo fim do túnel.

O que é esse vasto espaço?

Lucan logo percebeu que havia alcançado um lugar desconhecido através do túnel. As sombras tentaram desesperadamente impedir que ele chegasse ali. No entanto, também era um teste das qualificações de Lucan para entrar neste lugar. Se ele tivesse acabado de atingir o limiar de um Governante de Hwanmong, ele teria sido ferido pelas sombras.

Este era um lugar misterioso, sobre o qual Hwanmong se sustentava. Era um espaço infinito, que não podia ser detectado nem mesmo pelo poder de um Governante de Hwanmong.

Nesse instante, Lucan sentiu outra presença avançando em direção a ele. Era diferente das sombras que ele enfrentara antes.

Surpreendentemente, era uma pessoa que tinha o poder de um Governante de Hwanmong!

Quem é?

Lucan estava cheio de tensão. Não havia dúvida de que era outro Governante de Hwanmong. No entanto, por que ele era hostil? Independentemente do motivo… se o oponente fosse hostil, Lucan não teria escolha senão lutar.

*Chuoot*

Uma espada transparente e brilhante apareceu na mão de Lucan. Era a Espada Hwanmong, criada por sua vontade. Ele olhou para o que estava diante dele com uma luz intensa em seus olhos. Foi a primeira vez desde que ele havia se tornado um Governante de Hwanmong que ele encontrava um oponente que não tinha certeza se poderia vencer.

No caso de Cardia, ela tinha lutado com todas as suas forças, mas não tinha sido páreo para ele.

Lucan poderia até ter uma vantagem nessa batalha, porém, o poder do seu oponente atual era relativamente o mesmo que o dele.

*Flash* *Kwaang* *Kwarurung*

Era outra sombra. Surpreendentemente, também havia uma Espada Hwanmong nas mãos da sombra enquanto ela atacava Lucan.

*Kwang* *Kwakwang* *Kwaaaaang*

Este foi um choque entre duas Espadas Hwanmong! O espaço dimensional começou a se dividir e desmoronar. Felizmente, não havia mundos inferiores ali. Se houvesse, a colisão entre Lucan e a sombra teria destruído vários deles.

Merda. De onde esse cara veio? Por que ele é tão forte?

Não importava o ataque usado por Lucan, a sombra bloquearia todos eles. Claro, Lucan também se defendeu dos ataques da sombra, mas não era provável que isso durasse para sempre. Contudo, ele ainda não podia desistir.

Se Lucan tentasse escapar, uma pessoa com tamanha hostilidade o perseguiria até as extremidades do sistema dimensional.

Portanto, seria melhor acabar aqui.

Caso contrário, o mar dimensional e os mundos inferiores seriam devastados.

*Kwaang* *Kwarururung* *Kwa kwa kwa kwang*

Ele não sabia quanto tempo havia se passado. Lucan, que esteve lutando com a sombra por um longo tempo, descobriu de repente que seu oponente não era mais uma sombra, e que tinha um rosto humano.

Chocantemente, o rosto que olhava para ele era o rosto de Lucan.

— Quem é você?

A sombra sorriu e respondeu à pergunta de Lucan:

— Eu sou você.

— Eu?

— Sim, eu sou você, outro você, um Governante de Hwanmong que nasceu de seus sentimentos de solidão e falta de propósito. Eu sou seu verdadeiro eu e, ao mesmo tempo, eu vou matar você. Essa também é a sua vontade.

Seus olhos estavam cheios de escuridão e solidão.

Parecia que Lucan estava se olhando no espelho.

— Você quer me matar? É para isso que você nasceu?

— Huhu, é isso mesmo. Você tentou se esconder de si mesmo, mas no fundo do seu subconsciente, há um desejo de se matar devido à solidão e ao vazio. Admita-o com sinceridade. Você quer fazer isso por mais tempo?

— ….

Ele queria? Lucan de repente sentiu sua mente ficar entorpecida. Como um Governante de Hwangmong, não havia nada que ele não pudesse ter. Uma vida infinita estirada diante dele, mas não havia nada que ele quisesse fazer. O fato de ele poder fazer isso não o fez querer fazer isso.

Não, ele não queria fazer nada porque poderia fazer tudo. Ele não sentia nenhum desejo forte por nada. À medida que a expressão de Lucan endureceu, os olhos da sombra se iluminaram.

— Você só está percebendo isso agora? Você não pode morrer por conta própria, então eu sou uma existência criada com o objetivo de matá-lo. Esse espaço no final do túnel é o túmulo dos deuses. É um espaço onde os deuses não podem ressuscitar.

— A ressurreição é impossível?

— Está certo. E você não é uma exceção. Tudo desaparecerá neste lugar. É algo que você jamais experimentou. É uma morte verdadeira e também significa a destruição completa.

— Uma morte verdadeira.

— Será um alívio completo quando você não mais existir. Então, não rejeite isso e aceite sua morte.

A sombra surgiu e visou o pescoço de Lucan.

Se Lucan fosse cortado pela espada, sua vida como um Governante de Hwanmong acabaria ali, e ele não seria ressuscitado.

— ….

Claro, ele devia bloqueá-la. No entanto, estranhamente, seu corpo não se moveu para isso. Em vez disso, era como se ele estivesse esperando pela morte.

Ao mesmo tempo, uma profunda solidão e um sentimento de vazio invadiram sua mente. Em termos simples, ele se tornou um jogador em um jogo, só que ele não podia mais adquirir experiência. Era como se ele tivesse visto o final e não estivesse mais interessado no jogo.

Nada mais era divertido; era apenas tedioso.

Agora era hora de deletar o jogo…

O jogo sobre Hwanmong.

Ele só tinha que esperar até a espada cortá-lo e seria game over. Ao mesmo tempo, a dura vida de um Governante de Hwanmong e a solidão desapareceriam.

*Kakakaang*

Porém, Lucan bloqueou a espada da sombra no último instante. A sombra franziu a testa e perguntou:

— Você ainda está disposto a viver? O que faz você querer viver?

Os olhos de Lucan brilhavam intensamente.

— Ainda existem muitos jogos que eu não joguei.

— Jogos?

— Se eu for a uma lan house, há muitos jogos recém-lançados. Há também muitos jogos que eu quero experimentar novamente.

— Lan house?

O rosto da sombra se distorceu com as palavras de Lucan.

Ele quis dizer um jogo mesmo, e não uma representação da vida?

— Você quer viver para que possa ir a uma lan house para jogar? Esse é o seu motivo?

— Por que você acha que não é bom o suficiente? Deveria haver uma razão mais convincente? Além disso, eu não fui às Maldivas com Hayun. Há também muitos alimentos que não experimentei.

O olhar de Lucan ficou ainda mais intenso.

— Eu também preciso explorar todos os mundos inferiores que pertencem a Hwanmong. Além disso, eu tenho os membros da minha Família, então não há tal sensação de solidão ou vazio. Pelo contrário, isso desperta minha sensação de curiosidade, aventura e alegria.

— Ca-cale a boca! É ridículo que um Governante de Hwanmong ainda tenha tais necessidades humanas triviais!

A sombra avançou à frente como se aquilo fosse ridículo.

Lucan deu-lhe um sorriso frio.

— Os desejos humanos não são triviais. Eu me sinto vivo por causa deles!

Um deus verdadeiro poderia se sentir vazio e querer se destruir. No entanto, os desejos humanos de Lucan eram infinitos. Portanto, seu desejo de sobreviver também era infinito.

Então, por que morrer agora?

A sombra compreendeu o coração de Lucan e cerrou os dentes.

— Pare com esse absurdo ridículo e morra!

O poder de ataque da sombra de repente diminuiu.

— Por que você é tão fraca?

Claro, não havia necessidade de responder aquela pergunta agora.

Lucan cortou imediatamente o corpo da sombra.

*Flash*

Uma explosão de luz surgiu da Espada Hwanmong de Lucan e o corpo da sombra desapareceu sem deixar rasto.

Então, naquele momento, Lucan percebeu algo.

A sombra não estava mais fraca. Foi Lucan quem ficou mais forte.

Vermillion
Primeiro de seu nome, Nascido do Caos, o Que a Tudo Lê, Spymaster nas horas vagas, Father of Fakes, Professor de Inglês, Um dos Três, Editor do Qidian, Tradutor de TA, Soberania e DNG, Marido Raiz.

4 Comentários

  1. Mano, eu tive que maratonar esses capítulos novos. Um saindo atrás do outro véi.
    Obrigado pelo capítulo Lorde Vermillion

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!