TA – Capítulo 118

O Fim e o Início

A fragrância leve das flores e o cheiro único de terra eram intoxicantes, e a brisa fresca era agradável e suave. Quando Lucien estava em pé no jardim sozinho, de repente, o ambiente desapareceu, e no lugar dele um vasto céu estrelado com uma lua prateada bonita o envolveu.

Lucien mais uma vez entrou no mundo dentro de sua alma.

A linha brilhante que conectava a verdadeira Estrela do Destino de Lucien no universo ao longe com a imagem invertida dela em sua alma apareceu no ar, e a linha, como um canal, estava absorvendo avidamente o poder da Estrela do Destino para nutrir a alma de Lucien.

Gradualmente, certas mudanças aconteceram em sua alma, e Lucien sentiu que ela estava lentamente se materializando. Um pouco mais tarde, quando Lucien reabriu os olhos, haviam incontáveis ​​estrelas em suas pupilas escuras. Ele piscou novamente, e então seus olhos voltaram ao normal.

Se sentindo completamente renovado, Lucien percebeu que sua alma estava mais forte do que nunca. A mais incrível diferença que ele notou foi que um pouco de pó cristalino foi solidificado a partir de sua alma, assim como a poeira fina da alma penada.

— Como a alma de uma pessoa é formada? Ela se constitui de alguns elementos especiais, ou a própria alma não seria nada mais do que um tipo especial de onda? Por que a meditação pode melhorar meu poder? — Lucien murmurou, com muitas perguntas em sua mente que instigavam o seu interesse. Ele estava supondo que a materialização, ou melhor seria, a solidificação da alma, era a premissa para se construir um modelo mágico dentro dela.

Neste momento, se tornar um feiticeiro de primeiro círculo era o objetivo principal de Lucien. Para um aprendiz avançado, esta descoberta foi de grande importância para o objetivo dele, uma vez que havia uma enorme diferença de poder entre os dois níveis, assim como havia entre um escudeiro e um cavaleiro.

Lucien levou apenas metade de um dia para terminar todos os procedimentos de coleta dos documentos necessários para viajar pelo continente, tanto por causa da ordem especial que a princesa emitiu com antecedência quanto devido a seu próprio status social como um músico famoso. Para as pessoas comuns, no entanto, seriam necessários pelo menos sete dias.

Embora muitos aventureiros também estivessem viajando por todo o continente sem qualquer burocracia, era ilegal, tecnicamente falando, o que poderia causar um problema enorme para eles, como por exemplo se tornar suspeitos de heresia ou de espionagem.

Então, Lucien ficou em Aalto por mais alguns dias para planejar sua viagem e também esperar chegar mais perto do dia dez de abril.

Na manhã do dia nove, a carruagem de Lucien partiu para Tiran, uma província no noroeste do ducado. Já que a carruagem foi contratada pela Associação, Lucien ordenou ao cocheiro que fosse para o norte primeiro, dizendo que depois iria em direção ao Reino de Siracusa ao leste, para esconder seu verdadeiro destino.

A magnífica cidade gradualmente desapareceu atrás da carruagem. Lucien parou de olhar para trás pela janela e começou a casualmente folhear alguns papeis. Então, ele percebeu que havia uma pilha de jornais no canto da carruagem.

Dando uma olhada com calma, eram as últimas edições do Crítica Musical e também do Notícias Sinfônicas. A primeira página da mais recente edição do Crítica Musical estava dividida em duas partes. Uma imagem em preto e branco no lado esquerdo mostrava a cena em que Christopher estava agradecendo os aplausos no final do seu concerto, enquanto no lado direito havia uma imagem colorida de Lucien tocando piano.

No topo da primeira página, havia uma linha de letras em negrito: “O fim da era antiga, e o início de uma nova era.”

A passagem completa estava na segunda página:

“O Sr. Christopher dá seu adeus aos palcos com seu magnífico concerto. Sua sinfonia A Guerra da Aurora chocou cada ouvinte e nos mostrou o espírito eterno de um grande músico perante uma exploração mais ampla do mundo da música. Nos últimos setenta anos, temos observado um enorme crescimento das sinfonias, e a contribuição feita pelo Sr. Christopher à arte de compor é mais do que notável. Ele é um mestre de música verdadeira, o representante dos últimos setenta anos. Saudemos o Sr. Christopher com nosso maior respeito.”

“Após o concerto do grande mestre da música, Sr. Christopher, o genial Sr. Lucien Evans nos presenteou com uma direção totalmente nova para o desenvolvimento da música em seu concerto. Mesmo jovem e inexperiente, o Sr. Evans já causou uma revolução com seu dedilhado, composição e regência. A nova era da música chegou. Embora nem todos gostem das revoluções, o movimento inovador é impossível de ser interrompido. Graças ao Sr. Evans, o futuro colorido da música foi parcialmente revelado. Vamos dar a este jovem gênio da música nossos melhores cumprimentos! Desejemos que o Sr. Evans possa seguir os passos do Sr. Christopher e nos levar ainda mais adiante nesta nova era da música!”

“O fim das apresentações do Sr. Christopher foi seguido pelo início das do Sr. Evans, e vamos torcer por ele de coração e alma, porque a música vive para sempre!”

A passagem foi escrita em conjunto por vários músicos da Associação dos Músicos de Aalto.

Alguns dos outros artigos no jornal faziam altos elogios ao piano, e alguns deles analisavam os formatos da sinfonia de Christopher e da sonata de Lucien. Apenas alguns artigos curtos estavam criticando o dedilhado de Lucien e classificando seu estilo de regência como “lunático e totalmente indecente”, e um deles foi obviamente enviado por Wolf.

Lucien achou graça e fechou o jornal.

Olhando para o título em negrito na primeira página, ele se perdeu em pensamentos sentado na carruagem.

Por volta das seis da tarde, Lucien chegou à pequena cidade chamada Massawa.

A cidade ficava localizada em uma interseção daquela estrada com duas outras, uma que levava para uma província chamada Tiran, que pertencia à Casa Violeta, e a outra que levava a Bonn, uma cidade pequena que ficava ao lado do lago Elsinore, e assim muito perto de Massawa.

— Está bem tarde agora, Sr. Evans. — O líder dos guardas de Lucien, Joshua, disse a ele: — Eu sugiro que nós fiquemos aqui essa noite e continuemos amanhã de manhã.

Embora atualmente monstros e criaturas malignas fossem vistos muito raramente em torno das grandes cidades, de vez em quando as pessoas ainda poderiam se deparar com ladrões e pequenos animais selvagens. Portanto, se as pessoas comuns precisassem viajar pelo continente, seria apropriado contratar guardas para se proteger.

A equipe de guardas de Lucien tinha seis pessoas no total. O líder da equipe e o vice-líder eram escudeiros de alto nível e os outros membros da equipe eram escudeiros de baixo nível. Todo mês, Lucien precisaria pagar trezentos nars, fora as refeições e alojamento para eles.

Apesar de ser algo totalmente inacessível para as pessoas comuns, aquela quantia não era um problema grande demais para Lucien. A renda de seu concerto foi bem significativa, e agora ele tinha cento e cinco thales no total.

— Claro. Você sabe mais sobre este lugar que eu, Joshua. — Lucien assentiu, — Você pode encontrar um hotel para nós? Eu gostaria de um quarto bem tranquilo.

Joshua era alto e forte. Com a idade de trinta e dois anos, ele ainda estava economizando dinheiro para tentar despertar a sua Bênção. Joshua ficou bem satisfeito por alguém famoso como Lucien tratar ele com respeito, já que muitos outros caras ricos para quem ele trabalhou anteriormente foram uns babacas.

Muito em breve, Joshua havia reservado um quarto em um hotel decente ao lado de um pequeno lago na cidade. Lucien selecionou o quarto mais à esquerda do segundo andar, que era muito tranquilo.

Havia um grupo de turistas em Massawa naquele momento. Eles tinham acabado de sair de Aalto depois do festival de música. Lucien chegou a seu quarto entrando pela porta lateral do hotel para evitar contato com eles. Ele pediu seu jantar e o comeu dentro de seu quarto, depois disse a Joshua que não queria que ninguém o perturbasse. Em seguida, ele aguardou em silêncio pela escuridão da noite por vir.

Vermillion
Primeiro de seu nome, Nascido do Caos, o Que a Tudo Lê, Spymaster nas horas vagas, Father of Fakes, Professor de Inglês, Um dos Três, Editor do Qidian, Tradutor de TA, Soberania e DNG, Marido Raiz.

15 Comentários

  1. Vi agora o Padrim para TA.
    Parabéns pela iniciativa, quero muito poder ajudar vocês, ainda mais pela qualidade das novels e suas respectivas traduções.

    No momento tô mais dura que gelo na Sibéria kkkk
    Mas acredito que daqui uns 2 meses consiga ser uma madrinha também, quem sabe uma feiticeira de terceiro círculo
    =p

    Boa sorte, espero que atinjam as metas necessárias e possam dar asas ao projeto para que possa ir cada vez mais longe!

      1. Maioria que conheço é mais de anime e mangá. Já recomendei novels, mas o povo é muito preguiçoso para ler “livros” hahah
        Particularmente prefiro ler do que assistir, deixa mais espaço para imaginar e interpretar

        1. Eles não tem ideia do que perdem, mas também não perdem muita coisa, tem tanta porcaria por aí, mas também tem tantas obras boas, como as daqui da 3lobos, só obra de qualidade.

    1. Tô que nem vc parceiro mas Jajá arrumo uma coroa feiticeira de 1000 anos com boas econômias

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!