TA – Capítulo 177

Pedra Ondular

Do outro lado daquele andar, os kuo-toans estavam gritando enquanto entravam nas cabines, e a água ainda estava fluindo para dentro.

Lucien sentiu mais dificuldade em respirar quando o ar ficou muito úmido.

Alguns aprendizes já haviam perdido o equilíbrio. Agora, eles estavam sentados no chão coberto de água chorando, enquanto outros tremiam, morrendo de medo. Aquilo era exatamente como Lucien se sentiu quando entrou nos esgotos e enfrentou os ratos de olhos vermelhos. Não havia como ficarem calmos.

Havia tantos planos passando pela mente de Lucien. No entanto, não importava o quanto quisesse proteger a si mesmo e aos outros aprendizes e se esconder dos pastores e cavaleiros no navio, obviamente, não era provável que conseguisse.

Na bifurcação do corredor, os kuo-toans dividiram-se em dois grupos: a maioria seguiu três indivíduos maiores e correu em direção ao compartimento da carga principal, enquanto o restante deles, seguindo também um líder, estava vindo na direção de Lucien e dos aprendizes.

Enquanto seguravam firmemente seus tridentes e rapidamente se aproximavam de Lucien e dos adolescentes, o feiticeiro teve muitos pensamentos em sua mente.

Parece que o alvo deles é a carga? Talvez haja algo que interesse os kuo-toans? É por isso que atacaram o navio? Se esse é o verdadeiro propósito deles, a maioria deverá vir a este andar, ou até a cabine do capitão, ou talvez ataquem o visconde… — Assim, Lucien ficou mais determinado. — Então ainda temos esperança!

Ele rapidamente se virou e correu para sua própria cabine. Enquanto corria, dobrou os joelhos e saltou para o alto usando o impulso, e seu punho direito atingiu ferozmente o teto de madeira.

*Bang!*

Depois que as tábuas de madeira quebradas caíram no chão, um grande buraco apareceu no teto baixo.

— Vocês todos, subam pelo buraco e se escondam na cabine de marinheiro mais próxima! — disse Lucien aos aprendizes assustados.

Embora seu tom fosse sério, Lucien não estava em pânico. Como Tom ousou deixá-los morar ali, Lucien estava bastante confiante de que as pessoas alojadas no andar de cima deveriam ser de confiança de Tom, ou o barulho que os aprendizes faziam poderia facilmente expô-los.

Se o propósito dos kuo-toans não fosse matar, mas sim roubar, esconder-se nas cabines dos marinheiros deveria ser uma boa escolha, e eles também poderiam se esconder dos pastores e cavaleiros.

Lucien rapidamente pegou sua espada Alerta e saiu correndo da cabine para parar os kuo-toans e ganhar tempo para os aprendizes.

— Anakin, Oimos… Vocês dois se encarregam disso. Sem pânico. — No último segundo, Lucien comandou decisivamente os aprendizes, sem olhar para trás.

Ele tinha que matar os kuo-toans, ou aquelas criaturas seguiriam os aprendizes para o andar de cima.

— Sim, Sr. Evans! — disseram os dois aprendizes juntos. Embora Oimos estivesse bastante assustado, ele deu tudo de si para agir adequadamente, enquanto Anakin, que havia sido treinado por Lucien por um tempo, foi encorajado pela compostura do feiticeiro e começou a pensar em como eles poderiam chegar ao buraco no teto, que levava ao andar de cima.

Os dois aprendizes trocaram um olhar entre si e bolaram a mesma estratégia:

— Usando as redes… e Mão do Mago. Além disso, feitiços para melhorar a agilidade e o equilíbrio…

Então, Oimos e Anakin rapidamente começaram a recolher as redes da cabine, e Katrina, Sprint, Layria e Heidi os ajudaram e tentaram confortar os outros aprendizes. Neste momento crítico, os aprendizes foram unidos sob a liderança de Lucien.

Do lado de fora da cabine, quando Lucien, que segurava a espada de cavaleiro com as duas mãos, estava quase em frente aos kuo-toans, ondas verdes repentinas se espalharam pelo ar, emanando do feiticeiro.

As ondas verdes rapidamente atingiram os kuo-toans, e a maioria deles diminuiu o ritmo assim que foram tocados por elas, perderam o equilíbrio e adormeceram no chão. Até mesmo o líder kuo-toan foi influenciado. Por um segundo, pareceu muito exausto e sonolento.

No entanto, o feitiço de primeiro círculo, Sono, não era poderoso o suficiente para fazer com que o kuo-toan maior adormecesse também, e, atualmente, só funcionava naqueles que ainda não eram do nível de um cavaleiro.

Todo o corredor de repente se acalmou um pouco. Havia apenas Lucien, o líder kuo-toan e um bando de subordinados dele que dormiam no chão.

Quando o líder kuo-toan percebeu que o ser humano que estavam enfrentando era na verdade um feiticeiro em vez de um cavaleiro, em que pese o humano estar usando uma espada, ele lançou rapidamente sua própria magia, Perímetro Aquático.

O líder kuo-toan recuperava rapidamente sua consciência plena quando as ondas o rodearam, e Lucien sentiu uma grande dificuldade para respirar, como se estivesse submerso pela água, já que o ar rapidamente ficou tão úmido que ele sentiu que estava inalando gotas de água para dentro de seus pulmões.

Lucien não entrou em pânico, entretanto. Ele prendeu a respiração e depois atirou três lâminas de gelo no kuo-toan.

Embora o líder fosse aparentemente do nível de um cavaleiro comum, Lucien ainda ativou seu item mágico, já que precisava dar fim nessa criatura o mais rápido possível. Ainda assim, o poder do bracelete Manipulador do Fogo era destrutivo demais para Lucien usar neste momento.

Ao mesmo tempo, Lucien se esquivou para o lado para desviar do tridente lançado pelo kuo-toan. Assim que voltou a se levantar, ativou um modelo mágico em sua alma. A umidade no ar de repente não afetava mais Lucien, já que ele estava coberto com uma barreira invisível, que filtrava a água.

Magia do primeiro círculo, Resistência a Elementos.

Embora essa magia não funcionasse bem quando a pessoa estivesse enfrentando um ataque elemental direto, ela era bastante útil ao lidar com ambientes desequilibrados para um dos elementos, como precisamente este andar no navio, que estava sendo controlado pelo Perímetro Aquático.

O ar frio trazido pelas Lâminas Gélidas de Palmeira congelou as ondas que cercavam o kuo-toan, e também prendeu a própria criatura. Ela foi gravemente ferida pelas três lâminas. Contudo, embora houvesse sangue azul-escuro saindo de seu pescoço, peito e braço, as feridas estavam cicatrizando em uma velocidade visível a olho nu.

O poder de cura de um kuo-toan não era inferior ao de um troll, mas ele não podia regenerar seus membros quebrados como um troll conseguiria.

Neste momento, uma luz macabra brilhou quando atravessou o pescoço do líder kuo-toan, e sua cabeça caiu no chão meio segundo depois. Era a espada de cavaleiro de Lucien, Alerta, que ele usou para golpear o local onde uma das lâminas de gelo tinha aberto um corte.

Assim que foi afetado pelo feitiço Sono, o kuo-toan já havia perdido o controle dessa luta, especialmente quando o feiticeiro que o kuo-toan estava enfrentando tinha itens mágicos melhores do que a maioria de seus iguais.

Claro, essa vantagem era mais quanto ao nível dos itens mágicos de Lucien, em vez do quão completo seu equipamento era. Lucien ainda usava sapatos comuns, que ficavam facilmente gastos por causa de sua velocidade, e além disso, ele ainda não tinha uma vestimenta mágica nem um cajado, que eram símbolos básicos de um feiticeiro.

Lucien deu vários saltos para a frente e chegou em meio aos outros kuo-toans dormentes. Quando estava prestes a lançar outro feitiço, sentiu uma aura mágica da direção do compartimento principal de carga. Pareciam as ondas fortes do oceano.

Não há ninguém mais na área de carga, então essa sensação não poderia ser de uma briga. Talvez… talvez seja isso que os kuo-toans estejam procurando… — Lucien rapidamente pensou consigo mesmo.

Esse sentimento era estranho, mas também familiar. Lucien sentiu que uma vez ele leu algo assim em um dos livros.

— Pedra… ondas… — Lucien murmurou, — Pedra Ondular!

Pedra Ondular era uma espécie de material mágico não tão raro, mas ainda precioso, que Lucien uma vez encontrou no livro chamado Ilustrações de Materiais Comuns Relacionados a Magia. A pedra poderia ser usada para fazer itens mágicos e armas acima do terceiro nível, para conferir efeitos mágicos específicos, como respirar na água, dano elemental de água e magias como Tempestade e Nevasca.

Além disso, a Pedra Ondular de melhor qualidade poderia ser usada para fazer itens realmente poderosos, e também era um ingrediente de muitas poções para melhorar o crescimento de diversas criaturas aquáticas.

Lucien estava supondo que, já que o poder que ele sentia era excepcional, ou havia uma grande quantidade de Pedra Ondular no navio, ou as pedras eram de alta qualidade, o que deveria valer pelo menos dezenas de milhares de Thales.

De acordo com Lucien, como a Pedra Ondular era uma espécie de material mágico, possivelmente ela estava sendo enviada para Allyn, mas ele não tinha ideia se este era um envio secreto organizado por Granneuve, ou se havia sido realmente permitido pela Igreja. E se não fosse nenhuma das duas opções, a frota estaria definitivamente em apuros por enviar uma quantidade tão grande de material mágico, e haveria um risco maior diante de Lucien, Tom e dos aprendizes, já que a Igreja com certeza iria verificar cuidadosamente a situação nos navios.

Outra coisa que Lucien tinha certeza era que as pessoas que chegariam primeiro deveriam ser Tom e seus marinheiros de confiança.

Enquanto estava refletindo, Lucien não parou de lançar feitiços. Ele murmurou um feitiço complexo e estranho e, de repente, empurrou as mãos para a frente.

Um golpe forte e invisível foi convocado, e todos os kuo-toans adormecidos, junto com o corpo do líder kuo-toan, foram empurrados de volta, em direção ao oceano.

Magia de primeiro círculo, Onda de Força.

Lucien ainda não havia construído o modelo mágico de Onda de Força em sua alma, por isso ele ainda precisava lançá-la normalmente.

Neste momento, todos os aprendizes já haviam chegado ao andar superior e se esconderam nas cabines de marinheiros mais próximas.

Depois que Lucien rapidamente limpou todas as evidências da luta e estava prestes a subir para o andar superior, seu coração subitamente afundou por um segundo quando sentiu o perigo. A pulseira que Lucien usava brilhou com uma faixa de luz vermelha e chamas foram convocadas para protegê-lo.

Então, uma bola de água do tamanho da cabeça dele atingiu as chamas, e a água e o fogo desapareceram ao mesmo tempo.

Na bifurcação do corredor, um kuo-toan, cujas escamas brilhavam com uma luz vermelho-vivo, encarava Lucien com seus olhos frios. Ao contrário de outros kuo-toans que seguravam tridentes, este estava segurando um cajado colorido feito de corais.

Os trovões cessaram por um instante, e Lucien ouviu muitos passos pesados ​​no convés do navio.

Vermillion
Primeiro de seu nome, Nascido do Caos, o Que a Tudo Lê, Spymaster nas horas vagas, Father of Fakes, Professor de Inglês, Um dos Três, Editor do Qidian, Tradutor de TA, Soberania e DNG, Marido Raiz.

13 Comentários

  1. Q linda irônia agora ele vai lutar contra um kuotan mago que tem um belíssimo cajado. 😁
    Obrigado pelo capítulo Lorde Vermillion

  2. Mano,o que tem no mar?agua,sal e criaturas aquaticas,ai o imbecis levam os items mqis precisos pros bixos aquaticos pelo mar!pelo mar,caralho,quanta burrice

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: O conteúdo deste site está protegido!